Banca de DEFESA: JANAINA TOMAZ CAPISTRANO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANAINA TOMAZ CAPISTRANO
DATA: 23/05/2014
HORA: 09:00
LOCAL: a definir
TÍTULO:

O jogo das identidades como fator de mobilização político-eleitoral nas campanhas de Dilma Rousseff para Presidente da República e Rosalba Ciarline para Governadora do Rio Grande do Norte em 2010


PALAVRAS-CHAVES:

Discurso. Linguagem. Identidade. Propaganda eleitoral.


PÁGINAS: 180
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Partimos da premissa de que se vive na sociedade do espetáculo, tal como proclamou Guy Debbord, e, nesse contexto, a mídia alimenta-se dessa espetacularização e constrói a cultura de imagens e produção de mercadorias, fornecendo modelos a partir dos quais o sujeito pode se identificar como sendo homem ou mulher, bem-sucedido ou fracassado, poderoso ou impotente. Em outras palavras, a cultura veiculada pela mídia produz material para a criação de identidades através das quais os indivíduos se inserem e se reconhecem na sociedade contemporânea. Ao observarmos as campanhas eleitorais, podemos perceber nitidamente que essa profusão de identidades é bastante explorada na propaganda publicitária dos candidatos, em especial na propaganda veiculada pela TV no Horário Eleitoral Gratuito. Instigados pela explícita relação entre mídia e política no âmbito da sociedade do espetáculo, este estudo tem por objetivo principal investigar as identidades que emergem nas práticas discursivas midiáticas das campanhas eleitorais de 2010 para presidente da República e governadora do estado do Rio Grande do Norte protagonizadas pelas então candidatas Dilma Rousseff (PT) para presidente e Rosalba Ciarline (DEM) para governadora. Para tanto, nos fundamentamos na teoria do Círculo de Bakhtin, que considera o enunciado como unidade da comunicação verbal e concebe a linguagem como fenômeno dialógico e prática discursiva e, ainda, nas concepções de relações dialógicas, vozes sociais e cronotopo formuladas pela referida teoria. Ainda do campo teórico, estabelecemos uma interconexão com as teorias advindas dos Estudos Culturais (Hall, Woodward) acerca da identidade, que a concebe como sendo múltipla, fragmentada, não-fixa, ou seja, o sujeito assume identidades diferentes, nem sempre coerentes, em diferentes momentos, conforme o contexto em que é interpelado. A pesquisa situa-se nos quadros da Linguística Aplicada (LA), a qual considera a linguagem como centro de seus estudos e se instala na fronteira de um número aberto de áreas de conhecimento, ampliando suas possibilidades de investigação por meio da indisciplinaridade. Nosso corpus constitui-se de 20 vídeos de propaganda eleitoral veiculados pela TV no Horário Eleitoral Gratuito da campanha de 2010; dentre estes, 14 vídeos são da propaganda da candidata Dilma Rousseff e 06 são da candidata Rosalba Ciarline. Buscamos para fins de análise identificar as identidades que emergem dos discursos sobre as candidatas nos vídeos de propaganda veiculados na referida campanha, bem como perceber as relações dialógicas que se estabelecem nesses discursos e ainda se a construção identitária desses sujeitos situa-se no mesmo eixo axiológico. A análise do corpus revelou que múltiplas identidades culturais das candidatas em campanha se constituem nos discursos que circulam na propaganda eleitoral veiculada pela TV durante a campanha e elas são cambiantes à medida que as demandas eleitorais, ou seja, a necessidade de se obter apoios e votos, esboçam um construto identitário a respeito do candidato ao cargo em questão. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1476540 - CELLINA RODRIGUES MUNIZ
Externo à Instituição - CRISTINA MARIA TEIXEIRA STEVENS - UnB
Externo à Instituição - DANIEL DANTAS - UFC
Presidente - 047.613.914-72 - MARIA BERNADETE FERNANDES DE OLIVEIRA - UFRN
Interno - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Notícia cadastrada em: 28/04/2014 15:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao