Banca de DEFESA: MARIA KASSIMATI MILANEZ

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA KASSIMATI MILANEZ
DATA: 04/02/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório "D"
TÍTULO:

Histórias de professores universitários de Inglês para Fins Específicos e os sentidos construídos sobre ensinar essa abordagem


PALAVRAS-CHAVES:

Pesquisa Narrativa. Inglês para Fins Específicos. Gramática Sistêmico-Funcional. Sistema de Transitividade. Construção de sentidos.


PÁGINAS: 217
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

A presente pesquisa qualiquantitativa tem como pressupostos teórico-metodológicos (1) a Pesquisa Narrativa (PN – CLANDININ; CONNELY, 2000; CLANDININ, 2011), (2) a Gramática Sistêmico-Funcional (GSF – HALLIDAY, 1994; THOMPSON, 2002; EGGINS, 2003; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004) e (3) a abordagem de ensino de Inglês para Fins Específicos (IFE – HUTCHINSON; WATERS, 1987; JORDAN, 1997; DUDLEY-EVANS; ST JOHN, 1998), com o objetivo geral de fazer um levantamento dos sentidos construídos pelos professores participantes sobre o IFE, a formação específica que receberam para ministrá-lo e a sua experiência em ensiná-lo no nível superior. Os textos de campo e, por conseguinte, as análises, foram organizados em dois grupos distintos: o primeiro com dados gerados a partir de um questionário aplicado a nove professores de uma instituição pública no nordeste brasileiro, contendo perguntas abertas e fechadas a respeito de sua formação e de suas experiências em ministrar a disciplina de Inglês Instrumental e o segundo grupo, a partir do enfoque nas experiências de três professoras do primeiro grupo que continuavam ensinando IFE, com dados gerados por entrevistas com essas participantes e suas autobiografias, além dos dados gerados pela autobiografia da própria pesquisadora, também participante da pesquisa. Foi usada a ferramenta computacional WordSmith Tools 5.0 (SCOTT, 2010) para selecionar, organizar e quantificar os dados a serem analisados no primeiro grupo de textos, identificando-se os tipos de processos e os participantes, pelo Sistema de Transitividade (HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004), sendo que os processos mais usados pelos professores no questionário foram os materiais, seguidos dos relacionais e em terceiro lugar os mentais, indicando que a maioria relatou mais suas ações com relação ao ensino de IFE, classificou ou definiu a abordagem, sua formação e suas experiências do que demonstrou seus pensamentos e emoções a respeito de ensinar IFE. A maioria dos nove professores afirma fazer análise de necessidades, mas nem todos a fazem de acordo com o que estabelecem os autores por eles citados ou outros autores considerados referência nessa área, tais como Hutchinson e Waters (1987), Robinson (1991) e Dudley-Evans e St John (1998). Do mesmo modo, suas definições e concepções sobre IFE, na maioria das vezes, diferem das desses autores. Todos os professores participantes alegam não ter tido formação específica para ensinar IFE na licenciatura. Ao analisar os relatos das quatro professoras do segundo grupo, com base na composição de sentidos segundo Ely, Vinz, Downing e Anzul (2001), percebeu-se que o tipo de conhecimento que estas referem usar para ministrar IFE está relacionado ao conhecimento prático pessoal e ao conhecimento profissional (ELBAZ, 1983; CLANDININ, 1988). Em seus relatos, foram identificadas também imagens e metáforas (LAKOFF; JOHNSON, 1980) que representam suas concepções a respeito de aprender, ensinar e ser professor. Esperamos, com os resultados desta pesquisa, contribuir tanto para a compreensão do que pode significar ensinar IFE para os professores do contexto pesquisado, como para a formação continuada de professores de IFE, assim como para uma revisão nos currículos de Letras e do papel do IFE na formação do professor de língua inglesa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1555334 - ORLANDO VIAN JUNIOR
Interno - 1666189 - JANAINA WEISSHEIMER
Interno - 1168633 - MARILIA VARELLA BEZERRA DE FARIA
Externo à Instituição - CARLA LYNN REICHMANN - UFPB
Externo à Instituição - DILMA MARIA DE MELO - UFU
Notícia cadastrada em: 23/01/2014 09:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao