Banca de QUALIFICAÇÃO: SAMARA FREITAS OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAMARA FREITAS OLIVEIRA
DATA: 05/11/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório B CCHLA
TÍTULO:

Tarefas de aprendizagem de inglês mediadas pela lousa digital interativa: efeitos sobre a motivação situacional dos aprendizes


PALAVRAS-CHAVES:

Motivação, Aprendizagem de L2, Lousa Digital Interativa


PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Psicolingüística
RESUMO:

Alguns autores sugerem que as tarefas de aprendizagem conduzidas em salas de aula de línguas adicionais podem motivar os aprendizes de diferentes maneiras. Da mesma forma, as lousas digitais interativas (LDI) já foram relacionadas como propulsoras de engajamento e entusiasmo em aulas de línguas adicionais, podendo assim afetar variáveis afetivas que influenciam a aprendizagem, como a motivação, por exemplo. Este estudo transversal, de métodos mistos, objetiva compreender de que forma a motivação situacional ocasionada por tarefas de aprendizagem mediadas pela LDI configura-se nos participantes. Buscamos responder as seguintes perguntas de pesquisa: (1) como a motivação vista como um traço da personalidade do aprendiz se relaciona ao seu desempenho de aprendizagem da língua adicional?; (2) de que maneira o tipo de tarefa de aprendizagem impacta na motivação do aprendiz?; (3) de que forma a motivação flutua ao longo da tarefa de aprendizagem? e (4) qual a relação entre a motivação proveniente da tarefa de aprendizagem e a percepção do aprendiz sobre a tarefa mediada pela LDI? A coleta de dados durou quatro meses em um instituto privado de idiomas com 29 aprendizes de inglês e foi realizada por meio dos seguintes instrumentos: a) um questionário inicial (adaptado da Attitudes/Motivation Test Battery de GARDNER, 2004); b) escalas situacionais on-line para conhecermos a motivação dos aprendizes em três momentos: antes, durante e após a tarefa e analisarmos como a motivação varia ao longo da tarefa; c) observações de aulas e as resultantes notas de campo dessas observações; d) as notas globais dos participantes no semestre para entendermos a relação entre o desempenho acadêmico e o perfil motivacional deles e e) um questionário final com o fim qualitativo de conhecer as percepções dos aprendizes sobre as tarefas mediadas pela LDI. Nossa fundamentação teórica ancora-se na Aprendizagem Baseada em Tarefas e nos aspectos cognitivos presentes nas tarefas (WILLIS, 1996; SKEHAN, 1996), em algumas teorias de motivação e aprendizagem de línguas adicionais (GARDNER, 2001; DÖRNYEI e OTTÓ, 1998; DÖRNYEI, 2000; 2002) e em concepções sobre a aprendizagem de línguas adicionais mediada por tecnologias (GIBSON, 2001; OLIVEIRA, 2001; MILLER et al, 2005). Nossos resultados não apontam uma correlação significativa entre as notas globais dos aprendizes e o perfil motivacional deles. Os resultados indicam ainda que há uma variabilidade da motivação situacional ao longo das tarefas, mesmo dentro de tarefas de aprendizagem do mesmo tipo. Além disso, mostram que os aprendizes relatam diferentes percepções para cada tarefa de aprendizagem.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1666189 - JANAINA WEISSHEIMER
Interno - 1555334 - ORLANDO VIAN JUNIOR
Interno - 1149618 - SELMA ALAS MARTINS
Notícia cadastrada em: 25/09/2013 15:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao