Banca de QUALIFICAÇÃO: LORENA AZEVEDO DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LORENA AZEVEDO DE SOUSA
DATA: 04/11/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório C CCHLA
TÍTULO:

A utilização da ferramenta VoiceThread em uma abordagem híbrida de produção oral em inglês como língua adicional


PALAVRAS-CHAVES:

produção oral, aprendizagem de L2, VoiceThread, Noticing.


PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Psicolingüística
RESUMO:

O VoiceThread (VT) é uma ferramenta da web 2.0, colaborativa e assíncrona, que permite a criação de apresentações orais com auxílio de imagens, documentos, textos e voz, possibilitando que grupos de pessoas naveguem e contribuam com comentários de várias maneiras: utilizando a voz (com microfone ou telefone), texto e arquivo de áudio ou vídeo (webcam). As apresentações podem ser gravadas e regravadas várias vezes, permitindo ao aprendiz se ouvir, perceber as lacunas em sua produção oral (noticing) e editar suas produções inúmeras vezes antes de publicá-las online. Além disso, a experiência híbrida com o VoiceThread permite que os aprendizes planejem sua fala antes de gravá-la, sem a pressão geralmente existente em sala de aula. Neste contexto, a produção oral é vista como um processo de aquisição da língua adicional, e não apenas como prática do conhecimento já existente, por forçar o aprendiz a processar a língua sintaticamente. Leandro e Weissheimer (2011) mostraram que a revisão constante e sistemática da produção oral pode influenciar positivamente a habilidade oral dos aprendizes, em termos de precisão gramatical e fluência, por exemplo. Por isso, a presente pesquisa visa a reportar um projeto em andamento cujos objetivos são identificar de que forma a prática sistemática com a ferramenta VoiceThread, em uma abordagem híbrida, impacta a habilidade oral global dos aprendizes, influencia o desenvolvimento da habilidade oral em termos de fluência (número de palavras por minuto), acurácia (quantidade de erros gramaticais a cada 100 palavras) e complexidade (número de orações subordinadas por minuto), além da habilidade de noticing, ou seja, a capacidade de o aprendiz perceber as lacunas existentes na sua produção oral. Por último, busca-se, também, saber quais as impressões dos aprendizes em relação à experiência com essa ferramenta.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1666189 - JANAINA WEISSHEIMER
Interno - 1555334 - ORLANDO VIAN JUNIOR
Interno - 1675404 - PAULO HENRIQUE DUQUE
Notícia cadastrada em: 25/09/2013 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao