Banca de QUALIFICAÇÃO: ANAHY SAMARA ZAMBLANO DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANAHY SAMARA ZAMBLANO DE OLIVEIRA
DATA: 30/08/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Videoteca BCZM
TÍTULO:

 A (Re) presentação Discursiva de Dilma Rousseff em discursos políticos: um estudo textual-discursivo 


PALAVRAS-CHAVES:

Análise Textual dos Discursos – Representação Discursiva – Dilma Rousseff. Semântica do texto.


PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Este estudo se inscreve no âmbito do Grupo de Pesquisa em Análise Textual dos Discursos, doravante ATD (PPGeL- UFRN, cf. DGP), especificamente na linha de Estudos Linguísticos do Texto e pertence ao projeto de pesquisa Representações discursivas, redes semânticas e colocações. A noção de representação discursiva foi desenvolvida a partir de trabalhos de Grize (1990; 1996) posto em evidenciada pelo linguista francês J.-M. Adam (2008), na sua abordagem de Análise Textual dos Discursos. Essa noção constitui uma das categorias da dimensão semântica do texto, Nesse sentido, nosso trabalho se interessa por essa dimensão, já que é nela que são (des) veladas as representações discursivas que não podem ser consideradas objetos concretos, porquanto construídos no e pelo discurso. Assim, esta pesquisa tem por objetivo identificar, analisar e interpretar a representação discursiva que a primeira mulher dirigente do Brasil, Dilma Rousseff faz de si em de seus discursos políticos. A fim de verificar como ela se perspectiva enquanto pré-candidata, candidata e presidenta e como se materializam essa (s) representação (ões) nos fundamentamos nas seguintes categorias semânticas para a análise do corpus composto por três discursos: referenciação, Castilho (2010), Koch & Marcuschi (1998), Koch (2006), Marcuschi (2008), Passeggi et al (2010);  predicação Passeggi et al (2010); aspectualização, Adam (2011), Passeggi et al. (2010);  e localização espacial e temporal, Passeggi et al (2010) e Isotopia (Adam, 2008). Nossa pesquisa tem uma abordagem ao mesmo tempo qualitativa e quantitativa, de natureza interpretativista, caracterizando-se como documental. Utilizamos o programa computacional wordsmith 4.0 no que se refere a identificar as famílias de palavras mais utilizadas, o número de linhas, de parágrafos, a quantidade de palavras empregadas, etc. As conclusões apontam a identificação de representações de si variadas que se articulam numa relação de correspondência e harmonia, organizadas em torno dos níveis discursivos e textuais, convergindo para uma representação discursiva sobressalente. Defendemos a tese de que a representação desempenha um papel fundamental na compreensão de textos e, por isso, nossa, intensão, pretensa, em sua natureza, é desenvolver tal estudo a fim de contribuir significativamente para os estudos do texto, no tocante às análises semânticas e discursivas, além de promover um estudo que reflete a história de um país.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Interno - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Externo à Instituição - LUIZ ANTONIO DA SILVA - USP
Externo à Instituição - SUELI CRISTINA MARQUESI - PUC - SP
Notícia cadastrada em: 23/08/2013 10:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao