Banca de QUALIFICAÇÃO: DIEGO AUGUSTO AZEVEDO DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DIEGO AUGUSTO AZEVEDO DA SILVA
DATA : 27/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Seminários 1 - DBG - CB
TÍTULO:

MODULAÇÃO DO CONTEÚDO DE RESERVAS E ALCALOIDES DURANTE E APÓS A GERMINAÇÃO EM Erythrina velutina


PALAVRAS-CHAVES:

Espécie pioneira, estabelecimento da plântula, germinação da semente, mobilização de reservas, mulungu


PÁGINAS: 54
RESUMO:

Considerando o potencial medicinal de Erythrina velutinaWilld., uma espécie arbórea nativa da Caatinga, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a mobilização de reservas em paralelo com o conteúdo de metabólitos secundários durante a germinação da semente e o estabelecimento da plântula. Assim, sementes foram escarificadas, desinfetadas e semeadas entre folhas de papel toalha e cultivadas sob condições controladas. Em seguida, plântulas foram transferidas para água destilada em hidroponia e cultivadas em casa de vegetação. Em uma curva de tempo, o crescimento da plântula, a mobilização das reservas e o conteúdo de açúcares solúveis e metabólitos secundários foram mensurados nos cotilédones durante e após a germinação. A germinação incluiu os estágios de semente embebida e protrusão da radícula, enquanto que o estabelecimento abrangeu emissão do hipocótilo, abertura do gancho plumular, emissão das folhas cordiformes, da primeira e da segunda folha trifoliolada. As sementes apresentaram 20% de amido, 14,5% de proteínas de reserva, 11,6% de lipídeos neutros e 5,7% de açúcares não redutores em base de massa seca. As reservas majoritárias foram mobilizadas de forma sincrônica e mais intensa a partir da abertura do gancho plumular, ao passo que os açúcares não redutores foram utilizados a partir da emissão do hipocótilo. A atividade de amilases e lipases aumentou a partir da emissão das folhas cordiformes, coincidindo com a mobilização do amido e dos lipídeos, respectivamente. Por cromatografia em camada delgada, foi possível verificar pelo menos três bandas de terpenos e de ácidos fenólicosao longo do experimento e uma banda de saponinas até a abertura do gancho plumular. Uma banda de flavonoides foi detectada a partir da germinação, enquanto que outra surgiu na emissão das folhas cordiformes, permanecendo até o final do experimento. Apenas na semente embebida foi possível observar a presença de quatro bandas de alcaloides; uma banda majoritária permaneceu durante todo o experimento e uma banda minoritária foi observada na emissão do hipocótiloe das folhas cordiformes.O esclarecimento destes processos pode auxiliar na compreensão das estratégias utilizadas por E. velutinapara a colonização do ambiente como espécie pioneira da Caatinga.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1228866 - EDUARDO LUIZ VOIGT
Externa ao Programa - 1516627 - JULIANA ESPADA LICHSTON
Externa à Instituição - IVANICE BEZERRA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 17/03/2020 13:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao