Banca de DEFESA: JALTIERY BEZERRA DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JALTIERY BEZERRA DE SOUZA
DATA : 27/02/2019
HORA: 08:30
LOCAL: RNP - Centro de Convivência (Campus Central)
TÍTULO:

POTENCIAL DE USO DOS TANINOS DE Acacia mangium NA PRODUÇÃO DE ADESIVO PARA COLAGEM DE MADEIRA


PALAVRAS-CHAVES:

Colagem de Madeira. Espécie Exótica. Produção de Taninos.


PÁGINAS: 68
RESUMO:

Para que se obtenha êxito no processo de colagem de madeiras é necessário estudar e conhecer as características de cada adesivo utilizado visando ao seu melhor aproveitamento, aumentando a qualidade da peça e reduzindo custos. O presente trabalho visou quantificar o teor de substâncias tânicas presentes na casca da Acacia Mangium Willd em função da influência do preparo do solo e o período de coleta (seco e chuvoso), além de testar sua eficiência na produção de adesivos para madeiras. As coletas foram na área experimental florestal da Escola Agrícola de Jundiaí, Macaíba, Rio Grande do Norte, nos meses de junho de 2017 e janeiro de 2018, respectivamente, período chuvoso e seco. Foram abatidos oito indivíduos no período chuvoso e quatro no período seco para coleta de suas cascas. As cascas foram retiradas do fuste e galhos, moídas em moinho de facas, classificadas em peneiras e utilizadas para a extração de taninos, partículas inferiores a 1,0 x 2,0 cm e superiores a 0,2 x 0,2 cm (abertura das peneiras). Os taninos para produção de adesivos foram extraídos em água destilada, postos em recipiente em inox, colocado em uma autoclave na temperatura de ebulição da água à pressão atmosférica, após a extração foram concentrados por evaporação em casa de vegetação e mantidos em uma temperatura de 35 ± 45ºC, até a completa evaporação e passar a ser um material anidro. Foram avaliados o teor de sólidos totais, índice de Stiasny e teor de taninos condensados das cascas da A. mangium coletadas nos dois períodos (seco e chuvoso). Os adesivos foram produzidos no Laboratório de Anatomia da Madeira e Painéis de Madeira da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras/MG. Após essa etapa foram confeccionados painéis de Pinus sp. com dimensões de 30 x 30 cm, constituídos por cinco lâminas de Pinus sp. e colados com adesivos de tanino A. mangium, tanino A. mearnsi e Fenol-formaldeído para avaliação da qualidade dos adesivos e, posteriormente, o teste físico de absorção em água e os mecânicos cisalhamento dureza janka, arrancamento de parafuso e flexão estática. Conclui-se que o teor de tanino da casca da espécie Acacia mangium da cidade de Macaíba/RN, na região Nordeste do Brasil, não foi afetado pelo tratamento do solo recebido e que a mesma pode ser classificada como produtora de tanino no período chuvoso, podendo ser utilizado como adesivo para madeira.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2326526 - TATIANE KELLY BARBOSA DE AZEVEDO CARNAVAL
Externa ao Programa - 1841666 - ERMELINDA MARIA MOTA OLIVEIRA
Externa à Instituição - THAÍS BRITO SOUSA - UFLA
Notícia cadastrada em: 26/02/2019 13:36
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao