PPGCF/EAJ/UFRN PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FLORESTAIS ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ Telefone/Ramal: (84) 99418-0909 http://www.posgraduacao.ufrn.br/cfl

Banca de QUALIFICAÇÃO: MILENY GALDINO DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MILENY GALDINO DA SILVA
DATA : 25/11/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias - Sala de Reuniões da Direção
TÍTULO:

PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE BIOMASSA DE ESPÉCIES FLORESTAIS EM RESPOSTA AO MÉTODO DE CULTIVO EM MACAÍBA, RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Adubação; Acacia mangium. Azadirachta indica. Mimosa caesalpiniaefolia.


PÁGINAS: 33
RESUMO:

É importante a pesquisa de plantas na utilização dos principais nutrientes, devido a contribuição dos nutrientes para a melhoria de ambientes que passam por processos de degradação tornando mais rentável a produção de espécies florestais. Portanto, este estudo visa avaliar o crescimento, produção e distribuição de biomassa de três espécies florestais acácia (Acacia mangium Willd.), nim (Azadirachta indica A. Juss) e sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.), aos 12, 24 ,36 e 48 meses de idade, em resposta ao método de cultivo. O delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema fatorial (2x3), correspondente a seis tratamentos distribuídos em parcelas subdivididas em faixas com quatro blocos, sendo o fator principal dois métodos de cultivo (menos intensivo – A e mais intensivo – B) e o fator secundário as três espécies florestais, com quatro repetições, perfazendo 24 tratamentos. Em todos os tratamentos aplicou-se NPK. Nos tratamentos com cultivo B utilizou-se esterco bovino, super triplo distribuídos em sulcos e calcário. O crescimento foi obtido com a medição de altura e diâmetro. Para a quantificação da biomassa da parte aérea foi abatida uma árvore da bordadura de cada parcela com altura e diâmetro médios. Obtendo-se biomassa de cada componente da árvore. Em todas as variáveis estudadas apresentaram comportamentos diferenciados, em que as espécies e os tipos de cultivo influenciaram diferentemente no crescimento e produção de biomassa. O método de cultivo B teve maior influência no crescimento, produção e quantidade de biomassa te das três espécies.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1678080 - GUALTER GUENTHER COSTA DA SILVA
Interno - 1698809 - JULIANA LORENSI DO CANTO
Interno - 2087827 - MALCON DO PRADO COSTA
Notícia cadastrada em: 18/11/2016 09:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao