Banca de DEFESA: FERNANDO DOS SANTOS ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDO DOS SANTOS ARAÚJO
DATA: 16/12/2014
HORA: 08:00
LOCAL: Prédio das Pós-Graduações/Sala 01
TÍTULO:

SELEÇÃO DE ÁRVORES MATRIZES DE Mimosa caesalpiniaefolia BENTH. PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES


PALAVRAS-CHAVES:

Sementes florestais, marcador molecular, qualidade de sementes, reflorestamento, diversidade genética


PÁGINAS: 52
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Recursos Florestais e Engenharia Florestal
SUBÁREA: Silvicultura
ESPECIALIDADE: Sementes Florestais
RESUMO:

Plantios florestais com espécies nativas podem ser realizados com o intuito de reverter o quadro de escassez de produtos florestais e mitigar a degradação ambiental no bioma Caatinga. Nestes casos, as sementes florestais de boa qualidade constituem-se em insumos importantes para a formação desses plantios. Assim, este trabalho teve como objetivo selecionar árvores matrizes de Mimosa caesalpiniaefolia em uma floresta plantada no Estado do Rio Grande do Norte com vistas a fornecer sementes para recomposição florestal na região semiárida do Nordeste do Brasil. Dessa área foram amostradas nove árvores matrizes, das quais se coletaram amostras de material foliar para estimar a sua diversidade genética e também sementes para avaliação da qualidade fisiológica e estimar a diversidade genética de progênies. Testes de germinação e vigor foram utilizados para avaliar a qualidade das sementes e, para estimar a diversidade genética, foram selecionados marcadores moleculares ISSR (Inter-simple sequence repeat) capazes de detectar polimorfismo genético entre os indivíduos da espécie. Todas as matrizes produziram sementes com elevada taxa de germinação e emergência, porém foram constatadas diferenças sutis de vigor quando avaliadas pelos testes de condutividade elétrica e lixiviação de potássio, os quais são considerados testes promissores para estimar o desempenho das sementes em campo. Os marcadores ISSR selecionados para a espécie revelou que as matrizes apresentam diversidade genética moderada e produzem progênies com diversidade também moderada. Assim, conclui-se que as nove matrizes amostradas produzem sementes com qualidade fisiológica e diversidade genética satisfatória para recomposição florestal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1715697 - FABIO DE ALMEIDA VIEIRA
Interno - 1880265 - MARCIO DIAS PEREIRA
Externo ao Programa - 2075596 - CRISTIANE GOUVÊA FAJARDO
Externo à Instituição - CLARISSA SANTOS DA SILVA - URCAMP
Notícia cadastrada em: 01/12/2014 14:22
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao