Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA APARECIDA SOUZA LEROY

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIANA APARECIDA SOUZA LEROY
DATA : 10/06/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Parecer (qualificação por artigo)
TÍTULO:

Existe simbiose entre uma alga verde do gênero Chara L. (Characeae) e fungos micorrízicos arbusculares (Glomeromycota)?


PALAVRAS-CHAVES:

Diversidade de FMA; fungos ancestrais do solo; ecossistemas lóticos; macroalgas


PÁGINAS: 23
RESUMO:

A história evolutiva das plantas sugere que as algas verdes deram origem às plantas vasculares, cuja irradiação pelos ecossistemas terrestres ocorreu em conjunto com fungos simbióticos reconhecidos por formar micorrizas arbusculares (MA). No entanto, a simbiose MA em linhagens divergentes precoces de algas verdes como Charophyta não foi investigada. Portanto, investigamos a presença de colonização por FMA em populações de Chara de cinco ambientes lóticos brasileiros. Adicionalmente, investigamos as espécies de FMA que habitam a rizosfera de Chara e a influência das propriedades edáficas na ocorrência de FMA. Vinte e cinco espécies de FMA foram detectadas na rizosfera de Chara sp., principalmente das famílias Acaulosporaceae (11) e Glomeraceae (8). Os rios apresentaram baixa riqueza de FMA com Rio do Gozo (16), seguido de Una (8), Pratinha (2), Cuitegí (2) e Pandeiros (1), respectivamente. No entanto, nenhum dos fragmentos rizóides de Chara sp. obtidos de ambientes lóticos tropicais apresentaram colonização por FMA. Apesar da ocorrência de espécies de FMA em sedimentos rizosféricos não há colonização micorrízica em Chara sp. nas condições de campo analisadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1755051 - BRUNO TOMIO GOTO
Interna - 025.390.185-56 - PATRICIA OLIVEIRA FIUZA - UFRN
Interno - 075.924.744-76 - RHUDSON HENRIQUE SANTOS FERREIRA DA CRUZ - UFOB
Notícia cadastrada em: 13/05/2022 10:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao