PPGDEM/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DEMOGRAFIA ADMINISTRAÇÃO DO CCET Telefone/Ramal: (84) 99474-6779 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgdem

Banca de DEFESA: ALBERTO ALEXANDRE LIMA DE ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALBERTO ALEXANDRE LIMA DE ALMEIDA
DATA : 28/06/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

A REPROVAÇÃO E A EVASÃO NO ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO DO RIO GRANDE DO NORTE: IMPLICAÇÕES DA PANDEMIA DE COVID - 19 ENTRE COTISTAS E NÃO COTISTAS


PALAVRAS-CHAVES:

Demografia da Educação; Reprovação escolar; Evasão escolar; Lei de Cotas; Covid-19.


PÁGINAS: 148
RESUMO:

O objetivo geral desta tese foi analisar as implicações da pandemia de covid-19 na reprovação e na evasão de alunos cotistas e não cotistas de cursos técnicos integrados de ensino médio do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Os objetivos específicos consistiram em identificar o nível de reprovação e evasão desses alunos e investigar se essa reprovação e evasão atingiram níveis semelhantes entre os alunos cotistas e não cotistas, bem como, reconhecer os fatores demográficos, institucionais e socioeconômicos relacionados a esses dois fenômenos. A importância dessa pesquisa reside no fato de que a pandemia de covid-19 afetou negativamente a educação básica brasileira, sobretudo no que se refere aos indicadores de rendimento e de permanência e, no contexto da transição demográfica no país, as consequências sobre a formação de capital humano dessas gerações de estudantes poderão repercutir na absorção dessa força de trabalho no médio e no longo prazo. A comparação entre alunos cotistas e não cotistas buscou evidenciar se houve diferenças significativas entre esses dois grupos, mediante circunstâncias impostas pela pandemia de covid-19 no contexto educacional. A partir dos registros administrativos do Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP), foi possível acompanhar a trajetória escolar de uma coorte de 3.284 estudantes dos cursos técnicos integrados de 20 campi do Rio Grande do Norte, desde o ingresso dos estudantes, em 2019, até o encerramento do ano letivo de 2022. Para o alcance dos objetivos propostos, empregou-se método quantitativo e método qualitativo. Na parte quantitativa do estudo, foi realizada uma análise descritiva de indicadores educacionais e socioeconômicos dos discentes agregados em 10 eixos tecnológicos. Entre os discentes da coorte de interesse identificados, seis deles consentiram participar da pesquisa qualitativa, tendo sido realizadas entrevistas semiestruturadas com esses sujeitos para compreender em maior profundidade os fatores institucionais, demográficos e socioeconômicos relacionados à reprovação e à evasão escolar nos anos mais críticos da pandemia. Adicionalmente, para obter uma percepção da gestão sobre o ensino remoto, foram conduzidas entrevistas semiestruturadas com cinco pedagogas do campus CNat. De um modo geral, do ponto de vista quantitativo, os resultados apontaram que o nível de reprovação dos alunos cotistas foi superior ao dos alunos não cotistas em todo o período pesquisado, enquanto o nível de evasão entre os dois grupos não apresentou disparidades significativas. Do ponto de vista da análise qualitativa, ficou evidenciado que as dificuldades de adaptação ao ensino remoto emergencial atingiram, os dois grupos de alunos, motivadas, principalmente, pela dificuldade de concentração nas aulas, e que as condições familiares de alunos cotistas contribuíram para a intensificação dessa adversidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - DYANE BRITO REIS
Externa à Instituição - FLAVIA PEREIRA XAVIER
Interna - 2081758 - LUCIANA CONCEICAO DE LIMA
Interno - 1688188 - MOISES ALBERTO CALLE AGUIRRE
Externa ao Programa - 1715152 - SANDRA CRISTINA GOMES - null
Notícia cadastrada em: 03/06/2024 18:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao