Banca de QUALIFICAÇÃO: LEANDRO NAZARENO BASÍLIO JÚNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEANDRO NAZARENO BASÍLIO JÚNIOR
DATA : 29/08/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência via PPGDem/UFRN
TÍTULO:

Emigração Qualificada Brasil-Europa: Migração da População Altamente Qualificada entre 2011 e 2021


PALAVRAS-CHAVES:

Migração internacional; Migração qualificada; Europa; Brasil; Portugal.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

A migração internacional é uma temática que tem estado no centro dos debates em diversas partes do mundo. Apesar do tema ser trabalhado em diferentes disciplinas, este trabalho buscará focar na perspectiva demográfica. As alterações no contexto internacional observadas nas últimas décadas têm evidenciado uma rápida transformação no cenário mundial. Tais transformações, naturalmente, têm efeitos sobre os movimentos migratórios internacionais e, dessa forma, sobre a demografia de diferentes lugares. Evidencias sugerem que os migrantes altamente qualificados têm ganhado participação mais rápido e crescente no conjunto das migrações internacionais. Isso deixa claro a necessidade de se compreender como esse tipo de mobilidade tem se alterado no conjunto de diferentes países. No Brasil, observa-se um crescente número de pessoas deixando o país. De acordo com as Nações Unidas (2019), o continente com participação mais representativa da população brasileira é a Europa, sendo Portugal o principal destino no continente nos últimos anos. O perfil dos que saem é sobretudo de jovens em idade ativa. Apesar de as saídas representarem uma parcela pequena na população total do Brasil, é possível que haja uma participação importante de pessoas altamente qualificadas. No Brasil, a população ganhou nível educacional nas últimas décadas. Assim, o objetivo principal do trabalho é compreender de que maneira e em que medida o Brasil tem fornecido população jovem altamente qualificada para o sul da Europa (com foco em Portugal), que é mais desenvolvida e mais envelhecida que o Brasil, observando-se fatores demográficos e os respectivos contextos dos países, nessa área, entre 2011 e 2021. Para isso, serão utilizados os censos nacionais de 2011 e 2021 dos países do sul da Europa com mais brasileiros, buscando-se utilizar variáveis como sexo, idade, qualificação educacional, campo de ocupação, país de residência anterior, entre outras importantes para o trabalho. Também haverá busca de informação a esse respeito no Database do Eurostat e nos dados do SEF relativos ao mesmo período. Respostas complementares serão procuradas com entrevistas junto a brasileiros qualificados em Portugal, identificados por meio do método Bola de Neve. Resultados preliminares são referentes à população brasileira geral na Europa, focando-se em Portugal. Eles indicam um crescimento dessa população em direção ao continente europeu, assim como indica que se trata de população relativamente jovem.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1880578 - RICARDO OJIMA
Externa à Instituição - ROBERTA GUIMARÃES PERES - UFABC
Presidente - ***.396.358-** - WILSON FUSCO - FJN
Notícia cadastrada em: 27/08/2022 21:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao