Banca de DEFESA: EMILLY LINDOLFO DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EMILLY LINDOLFO DE SOUZA
DATA : 22/08/2022
HORA: 08:30
LOCAL: Videoconferência via Gerência de Redes do CCET/UFRN
TÍTULO:

Acidentes de trânsito e consumo de álcool ao dirigir nas rodovias federais do Estado do Rio Grande do Norte: 2007 a 2019


PALAVRAS-CHAVES:

Acidentes de trânsito; Óbitos por causas externas; Lei Seca; Polícia Rodoviária Federal; Análise espacial; Rio Grande do Norte


PÁGINAS: 124
RESUMO:

O objetivo central do presente estudo foi identificar as tendências das ocorrências de acidentes de trânsito com vítimas fatais e não fatais ocasionadas por uso de álcool ao dirigir nas rodovias federais no Estado do Rio Grande do Norte (RN), de 2007 a 2019. Esse estudo se justifica devido a importância de estudos demográficos que compreende um período de mudanças importantes na legislação do trânsito brasileiro, como o endurecimento de leis de trânsito para coibir o consumo de álcool ao volante, como a própria implantação da Lei Seca. O RN é um recorte investigativo provocador pois se localiza em uma das três regiões brasileiras que apresentam as maiores taxas de mortalidade no trânsito. Nesse estudo foram testadas duas hipóteses: 1) no período de 2007 a 2019 não houve diferenças substanciais entre os acidentes de trânsito em decorrência do uso de álcool com vítimas fatais e sem vítimas fatais no Estado do Rio Grande do Norte; 2) a formação de clusters no período de 2007 a 2019 ocorreu devido a centralização das ocorrências de acidentes de trânsito com vítimas fataise não fatais motivados pelo consumo de bebidas alcoólicas na Região Metropolitana de Natal (RMN). Para o alcance dos objetivos propostos foram utilizadas informações provenientes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Essa fonte disponibiliza informações dos acidentes em dois níveis: ocorrência e pessoa envolvida no acidente, e ambos foram utilizados nesse estudo. Foi utilizado um banco de dados de 2.143 ocorrências de acidentes de trânsito motivados pela ingestão de álcool registradas em rodovias federais no RN, e a partir da base de dados de pessoas foram analisados 4.735 registros de envolvidos em acidentes que também tiveram como causa principal o uso de álcool ao dirigir em rodovias federais no RN. Para testar a primeira hipótese foi utilizada análise descritiva, e para testar a segunda hipótese, foi utilizada análise espacial univariada por meio da aplicação do Índice de Moran Global e Índice de Moran Local (LISA). Nesta análise, os softwares utilizados foram o Qgis (versão 3.16.3) e Geoda (versão 1.18). Entre os principais resultados, foi encontrado o seguinte perfil das vítimas fatais em ocorrências de acidentes cuja causa principal foi a ingestão de álcool e que confirmam parcialmente a hipótese 1: predominantemente masculino (N=309; 78,4%), do grupo etário de 18 a 29 anos (N=110; 31,2%), do tipo condutor (N=236; 56,3%) e em trechos de rodovias federais localizados no interior do RN (N=95; 67,4%). Em relação à análise espacial, em que pese o baixo valor encontrado para o Índice de Moran Local para acidentes com vítimas fatais ou não, verificou-se por meio do Índice de Moran Local a formação de clusters, e para além da RMN, rejeitando a hipótese 2. De um modo geral, os resultados encontrados apontam que a prevenção e a redução dos acidentes de trânsito analisados dependem de políticas públicas atuantes em todo o território, e não apenas na capital e em seu entorno.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA MARIA NOGALES VASCONCELOS - UnB
Externa à Instituição - ELAINE LEANDRO MACHADO - UFMG
Interna - 1362181 - ISMENIA BLAVATSKY DE MAGALHÃES
Presidente - 2081758 - LUCIANA CONCEICAO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 03/08/2022 15:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao