Banca de DEFESA: ANA BEATRIZ GERMANO BARROCA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA BEATRIZ GERMANO BARROCA
DATA : 12/11/2021
HORA: 09:00
LOCAL: UFRN remoto
TÍTULO:

NA CONTRAMÃO NACIONAL: OS REPERTÓRIOS DE INTERAÇÃO ENTRE ESTADO E O MOVIMENTO SOCIAL FEMINISTA NO RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Estado; movimento feminista; repertórios de interação; políticas públicas


PÁGINAS: 131
RESUMO:
 

A presente dissertação objetiva identificar os repertórios de interação existentes entre os movimentos feministas do Rio Grande do Norte e o governo estadual, no contexto de implantação da Subsecretaria de Política para Mulheres, a partir de 2019. Para chegar às devidas conclusões, utilizamos os estudos brasileiros sobre o desenvolvimento de distintas e complexas relações dos movimentos sociais e o Estado, que combinam uma diversidade de ações coletivas que se intercalam em momentos de confronto e/ou cooperação, sobretudo no contexto brasileiro pós anos 2000. Somam-se a estes pressupostos teóricos, a teoria do processo político, mais especificadamente o conceito de repertório de ação e repertório de interação e contribuições dos estudos feministas.  Os dados foram levantados por meio da análise de narrativas coletadas por meio de entrevistas semiestruturadas com atrizes-chave do subsistema das políticas de gênero do RN, apontando para alterações nos repertórios de ação e interação das feministas e o governo, no período pós 2019. Dentre as mudanças está uma maior influência na formulação de políticas públicas obtidas por meio da atuação em instituições estatais participativas e a ocupação de cargos na burocracia. No entanto, isso ocorre devido ao contexto político favorável no estado, que reúne um governo aberto ao diálogo com os movimentos, um legislativo representativo e a existência de movimentos com um longo histórico de mobilização. Muito embora o atual governo consiga implementar o modelo petista de participação social na gestão, as entrevistas demonstram que os movimentos necessitaram adaptar-se a um contexto de pandemia da covid-19 e aderir a novos canais de ativismo, como o virtual.



MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1715135 - JOANA TEREZA VAZ DE MOURA
Interna - 1678705 - LINDIJANE DE SOUZA BENTO ALMEIDA
Externa à Instituição - OLÍVIA CRISTINA PEREZ - UFPI
Notícia cadastrada em: 19/10/2021 11:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao