Banca de DEFESA: GUSTAVO CUSTODIO MATSUBARA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GUSTAVO CUSTODIO MATSUBARA
DATA : 19/05/2020
HORA: 08:30
LOCAL: Vídeo-conferência
TÍTULO:

 IMPACTOS PROJETADOS DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS SOBRE A GERAÇÃO DE ENERGIA RENOVÁVEL NO NORDESTE BRASILEIRO


PALAVRAS-CHAVES:

Fontes Renováveis; Transição Energética; RegCM4; Energia Solar; Energia Eólica.


PÁGINAS: 86
RESUMO:

A utilização de fontes renováveis para geração de energia é essencial para o equilíbrio do sistema elétrico brasileiro. A região Nordeste do país apresenta o maior potencial de geração a partir de fontes eólica e solar e, apesar disso, tais fontes ainda são pouco exploradas e correspondem à aproximadamente 7% da energia elétrica gerada no Brasil. Diversos estudos de mapeamento do potencial de geração de energia têm sido realizados para o território brasileiro, mas ainda são incipientes os estudos que avaliam eventuais impactos de mudanças futuras no clima sobre a intensidade dos ventos e irradiância solar incidente à superfície. Ademais, pouco se aborda a importância de estudos climáticos consistentes para a formulação de políticas públicas mais eficazes e como estes podem contribuir com o desenvolvimento regional. Nesse contexto, o objetivo geral deste estudo é aprofundar o conhecimento acerca do comportamento das intensidades de vento e irradiância solar em cenários de mudança futura do clima na região Nordeste do Brasil tendo em vista que esta poderá ser uma valiosa ferramenta para o planejamento energético de médio e longo prazo. Para tal, projeções foram realizadas através do modelo climático regional RegCM4.7.1 e o downscaling dinâmico utilizou como condições atmosféricas os dados do modelo global Hadley Global Environment Model 2—Earth System (HadGEM2-ES). Os experimentos do passado recente serão realizados para o período entre 1995 e 2005. Para projeções de clima futuro, foram utilizados o cenário de emissões RCP8.5, com projeções do período de 2005 a 2015 para o início do século, 2040 a 2050 para o meio do século e 2090 a 2100 para o fim do século. Para validação, os resultados foram comparados aos dados diários e mensais de interpolação produzidos por Xavier et al. (2016) sobre o território brasileiro e a avaliação do desempenho das simulações feito através de medidas de acurácia estatística (MAE – Mean Absolute Error, BIAS, RMSE – Root Mean Squared Error. Com os resultados buscou-se construir uma base de dados cientificamente mais consistente para a região Nordeste e que possa servir de subsídio inicial para tomadores de decisão no planejamento de políticas públicas energéticas mais adequadas, visando o fomento à geração por fontes renováveis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1879213 - JUDITH JOHANNA HOELZEMANN
Interno - 1752417 - CLAUDIO MOISES SANTOS E SILVA
Interno - 1280761 - CRISTIANO PRESTRELO DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 350698 - VENERANDO EUSTAQUIO AMARO
Externo à Instituição - LEONLENE DE SOUSA AGUIAR - IDEMA
Notícia cadastrada em: 28/04/2020 13:36
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao