Banca de QUALIFICAÇÃO: FELIPE FERREIRA MONTEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FELIPE FERREIRA MONTEIRO
DATA : 27/11/2017
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório CCET
TÍTULO:

Caracterização das ilhas de calor urbana nas regiões metropolitanas brasileiras e seus aspectos meteorológicos e biofísicos


PALAVRAS-CHAVES:

Clima Urbano, Modelos mistos, MODIS, NDBI, NDBI


PÁGINAS: 50
RESUMO:

As cidades brasileiras estão vulneráveis às mudanças climáticas, sendo de suma importância conhecer sobre as especificidade no clima de cada uma delas para promover estratégias de mitigação e adaptação adequadas as condições locais. Com mais de 50 % da população vivendo em áreas urbanas, essa parcela da população é quem mais sente as transformações no clima, em especial na temperatura. Avaliando as principais causas da elevação da temperatura nas áreas urbanas, é apontada que as alterações no uso e cobertura do solo, com a retirada da vegetação e o uso de materiais que causam uma maior retenção de calor levam a um desequilíbrio no balanço de energia elevando as temperaturas próximas ao solo, formando um fenômeno denominado de ilha de calor, onde uma determinada região ou toda a cidade possui temperaturas mais elevadas que as áreas circunvizinhas, formando assim bolsões com aspectos climáticos diferenciados. Porém essas mudanças no clima podem ser atenuados ou até mitigados, se forem tomadas as devidas medidas, mas para isso é necessário que sejam conhecidas as características climáticas locais, para saber como atuar diante as suas especificidades. Nesse sentido, este trabalho busca identificar a formação de ilhas de calor nas regiões metropolitanas do Brasil e sua relação com as características meteorológicas e biofísicas urbanas, no período de 2000 à 2010. Bem como estimar as intensidades da ilha de calor no meio urbano em função das características de ocupação urbanas. Serão utilizados dados de sensoriamento remoto provenientes de três diferentes plataformas: do satélite Terra, obtendo as informações sobre temperatura de superfície, ocupação pela vegetação e albedo de superfície; Os dados do satélite Landsat, vão permitir obter informações sobre os aspectos biofísicos, como temperatura de superfície, NDVI, NDBI, MI; A partir do satélite Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM), serão obtidas as informações sobre a pluviosidade das diferentes regiões metropolitanas. Os dados do satélite TRMM serão trabalhado para obter o período seco e chuvoso das diferentes regiões metropolitanas, afim de minimizar a presença de nuvens durante a coleta das informações provenientes dos outros satélites. Os dados do MODIS, será utilizado para obter a intensidade da ilha de calor e sua relação com os dados de intensidade do vento, pluviosidade e ocupação do solo (NDVI, Albedo e dispersão urbana) nas diferentes regiões metropolitanas, enquanto que as informações do satélite Landsat, serão trabalhadas com uso de modelos mistos para desenvolver estimativas da intensidade da ilha de calor em base aos aspectos biofísicos urbanos. Foram obtidos resultados preliminares para região metropolitana de Brasília, no qual se mostrou a intensidade média da ilha de calor diurna ao longo do tempo sofreu variações, mas não ultrapassando 0,25°C. Com temperaturas máximas em torno de 34°C. A distribuição espacial das temperaturas mostra a proximidade ente as áreas urbanas e regiões com temperaturas mais elevadas. Com a aplicação dos modelos mistos se esperar ter uma compreensão de como as variável biofísicas estão relacionadas com anomalias de temperatura e que isso auxilie na orientação para o planejamento do espaço urbano evitando a intensificação do fenômeno das ilhas de calor e indicar como ocupar novas áreas urbanas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1164414 - WEBER ANDRADE GONCALVES
Interno - 1346630 - LARA DE MELO BARBOSA ANDRADE
Interno - 792.031.834-34 - MARIA HELENA CONSTANTINO SPYRIDES - UFRN
Interno - 1249023 - SEBASTIAO MILTON PINHEIRO DA SILVA
Notícia cadastrada em: 17/11/2017 16:02
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao