Banca de DEFESA: KASSANDRA MERIELLI LOPES LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KASSANDRA MERIELLI LOPES LIMA
DATA : 15/03/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório A do CCHLA
TÍTULO:

PERFIS EM REDE: A NARRATIVA BIOGRÁFICA COMO FERRAMENTA DE ENSINO E APRENDIZAGEM COM ESTUDANTES DE JORNALISMO


PALAVRAS-CHAVES:

Estudos da Mídia. Jornalismo. Narrativa Biográfica. Pesquisa-Intervenção. Educação.


PÁGINAS: 149
RESUMO:

Como as identidades narrativas de estudantes de Jornalismo e de seus entrevistados se permutam na construção de narrativas biográficas no Jornalismo? Para responder a essa pergunta e observar o processo de aprendizado do outro através de entrevistas biográficas, investigamos como uma turma de estudantes de Jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprende a fazer entrevistas. Para isso, buscamos o aporte teórico em Martín-Barbero (1997), Martinez (2008) e Gomes (2008) para a construção daquilo que chamamos de Modelo Aberto de Narrativas Biográficas para o Jornalismo, o qual está dividido em três etapas: Fase 1 – Mapa de Contexto Social, Fase 2 – Mapa de Interação e Fase 3 – O Encontro Dialógico. Ao final das três fases, os alunos foram motivamos a realizar a edição dos textos conforme o projeto digital Humans of New York, categorizado por Lima (2014). Ademais, propomos inicialmente, nesta dissertação, uma reflexão teórica, de acordo com os conceitos de histórias de vida em Pineau e Le Grand (2012), de narrativa jornalística em Motta (2004, 2005), de entrevista dialógica em Medina (2001), das biografias em fractais de Pena (2004) e dos perfis e biografias em Vilas Boas (2002, 2003, 2008, 2014). Sendo assim, através do Modelo Aberto de Narrativas Biográficas para o Jornalismo, observamos o comportamento dos estudantes de Jornalismo antes e depois das entrevistas biográficas, identificando semelhanças e diferenças em relação aos entrevistados. A pesquisa-intervenção, através do método cartográfico de Passos, Kastrup e Escóssia (2009) e da filosofia hermenêutica de Ricoeur (1983, 1984, 1985, 1991), teve como principais resultados o aperfeiçoamento do Modelo e da capacidade interpretativa dos entrevistadores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2178719 - MARCELO BOLSHAW GOMES
Interno - 1644432 - MARIA DO SOCORRO FURTADO VELOSO
Externo à Instituição - MARIA CRISTINA DAL PIAN - FURG
Externo à Instituição - MONICA MARTINEZ - UNISO
Notícia cadastrada em: 01/03/2018 12:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao