Banca de DEFESA: LIDIA RAQUEL HERCULANO MAIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIDIA RAQUEL HERCULANO MAIA
DATA: 09/01/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - Auditório B
TÍTULO:

Título do trabalho:  CONVERSAÇÕES POLÍTICAS NO YOUTUBE: JUNHO DE 2013 E A CIRCULAÇÃO DE SENTIDOS NOS COMENTÁRIOS DO VÍDEO “GLOBO E OS PROTESTOS”

 


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: YouTube. Espaço público virtual. Conversações sobre Política. Circulação de Sentidos. Protestos de junho de 2013.


PÁGINAS: 123
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
SUBÁREA: Teoria da Comunicação
RESUMO:

RESUMO

Esta pesquisa analisa as dinâmicas de conversações sobre política estabelecidas no espaço simbólico do YouTube. Interessa-nos examinar o modo pelo qual os comentaristas do vídeo “Globo e os Protestos” articularam, no campo destinado aos comentários, um espaço público voltado à disseminação e circulação de sentidos sobre questões políticas. O vídeo estudado foi publicado por PC Siqueira e Diego Quinteiro, durante os protestos de junho de 2013 no Brasil, para direcionar a compreensão política acerca do movimento vivido naquele período. Segundo eles, os protestos possuíam posição política de esquerda e, por isso, os manifestantes deviam rejeitar a cobertura realizada pela Rede Globo (um veículo com ideais de direita) e permitir a participação de partidos ligados ao espectro ideológico da esquerda. Essa narrativa gerou empatia e controvérsias por parte dos comentaristas, o que produziu no âmbito dos comentários, um intenso processo argumentativo acerca dessas teses (direita e esquerda). Para entender o fenômeno, realizamos uma pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, tendo como principal procedimento metodológico a análise etnometodológica do discurso. Buscamos a observação dos modos pelos quais os sujeitos estabeleciam conversações sobre política no espaço dos comentários, para, a partir de então, organizar categorias de análise com base nas recorrências discursivas identificadas. As reflexões empíricas são sustentadas a partir de discussões sobre o potencial do YouTube, enquanto mídia digital que comporta estratégias massivas e enquanto espaço articulador no engajamento dos sujeitos em questões políticas; problematizamos também os aspectos que envolvem as práticas de conversação que decorrem em dinâmicas de sociabilidades e, principalmente, de conflito, nas redes sociotécnicas; e por fim, suscitamos uma reflexão sobre o acionamento de circuitos nos quais os sujeitos se apropriam e realizam novas leituras acerca dos produtos recebidos. Concluindo que a utilização de mídias digitais, como o YouTube, tem provocado importantes mudanças nas formas de produção e recepção de produtos simbólicos e nos modos como as pessoas participam das questões políticas concernentes à vida em sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2179219 - MARIA DAS GRACAS PINTO COELHO
Interno - 2178719 - MARCELO BOLSHAW GOMES
Externo ao Programa - 2043167 - ELOISA JOSEANE DA CUNHA KLEIN
Externo à Instituição - MARCILIA LUZIA GOMES DA COSTA MENDES - UERN
Notícia cadastrada em: 07/01/2015 16:49
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao