Banca de QUALIFICAÇÃO: LARISSA DANTAS BENEVIDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: LARISSA DANTAS BENEVIDES

DATA: 05/11/2010

HORA: 14:30

LOCAL: Sala de aula do Laboratório de Solos-Núcleo Tecnológico

TÍTULO:

Avaliação do uso do Penetrômetro Dinâmico de Cone em Areias para Controle da Tensão Admissível de Fundações Diretas.


PALAVRAS-CHAVES:

Penetrômetro, fundações diretas, tensão admissível.


PÁGINAS: 50

GRANDE ÁREA: Engenharias

ÁREA: Engenharia Civil

SUBÁREA: Geotécnica

ESPECIALIDADE: Mecânicas dos Solos

RESUMO:

O dimensionamento de fundações diretas se dá a partir de análises dos perfis de sondagens obtidos em investigações geotécnicas realizadas no local. O projetista então considera um valor médio de tensão admissível como representativo de todo o terreno e as dimensões dos elementos de fundação será determinada em função das cargas provenientes da estrutura que sobre ele atua. Sabe-se então que tais investigações geotécnicas podem deixar de detectar, por exemplo, lentes de materiais menos resistentes ou ainda descontinuidades de camadas, fazendo com que seja necessário um controle da tensão admissível. Apesar de imprescindível na execução de fundações diretas, tal procedimento diretamente nas cavas onde serão executados os elementos de fundação, constitui uma etapa frequentemente não executada. Com isso, o penetrômetro surge como um método a ser avaliado para o controle da tensão admissível diretamente nas cavas, devido às suas características de simplicidade e baixo custo de operação. A pesquisa se desenvolverá a partir de ensaios DCP realizados em campo e em laboratório. A partir daí serão então estabelecidas correlações entre os valores de DPI obtidos dos ensaios penetrométricos e cinco diferentes densidades relativas, que possibilitarão a partir da realização de ensaios de cisalhamento direto, onde será obtido o ângulo de atrito para cada densidade relativa, estabelecer correlações entre valores de DPI e ângulo de atrito. Estabelecidas tais correlações, será possível por fim estabelecer correlações entre os valores de DPI e a tensão admissível obtida por métodos teóricos. De forma complementar, serão realizados ainda ensaios de prova de carga em placa para três diferentes densidades relativas possibilitando correlações entre DPI e tensão admissível obtida no ensaio.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 828.188.194-15 - CARINA MAIA LINS COSTA - IFRN
Interno - 1149451 - OLAVO FRANCISCO DOS SANTOS JUNIOR
Interno - 2551234 - YURI DANIEL JATOBA COSTA
Notícia cadastrada em: 03/11/2010 09:28
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao