Banca de DEFESA: ALAMANDA THAISE DE OLIVEIRA ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALAMANDA THAISE DE OLIVEIRA ARAÚJO
DATA : 26/07/2018
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO CT
TÍTULO:

ESTUDO DAS ALVENARIAS DE EDIFICAÇÕES HISTÓRICAS – ARQUITETURA RELIGIOSA – DO PERÍODO COLONIAL, NO RIO GRANDE DO NORTE, COM ÊNFASE NOS SISTEMAS CONSTRUTIVOS E MANIFESTAÇÕES
PATOLÓGICAS


PALAVRAS-CHAVES:

patrimônio histórico; conservação; intervenção; restauro; técnicas construtivas



PÁGINAS: 200
RESUMO:

Uma edificação histórica tem grande importância por suas características e valores relevantes que retratam a história de determinado povo ou grupo social ao longo do tempo, formando uma espécie de identidade. Nos últimos anos, diversas construções antigas têm sofrido danos que representam perdas irreparáveis. Assim sendo, para que se garanta o usufruto dessas construções em gerações presentes e futuras é necessário preservá-las. Para tanto, é fundamental o conhecimento de alguns atributos, como: sua concepção, as técnicas construtivas utilizadas na sua construção, as alterações sofridas e, finalmente, o seu estado atual, com o levantamento dos processos de degradação do imóvel. Dessa forma, torna-se ideal a combinação do conhecimento científico e cultural com a experiência para o estudo de todo o patrimônio arquitetônico, o que demanda uma abordagem multidisciplinar. Nesse contexto, a engenharia civil entra como suporte científico – analisando os atributos – no campo do Restauro para alcançar este resultado. À vista disto, o estudo, realizado em âmbito regional – estado do Rio Grande do Norte –, analisou de forma qualitativa as características das alvenarias da Igreja de Nossa Senhora da Apresentação, Natal-RN; da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, Acari-RN; e da Igreja de Nossa Senhora do Ó, Serra Negra do Norte-RN. O método utilizado foi baseado no estudo da dimensão histórica – utilizando o conceito de Sistema Construtivo – e da dimensão formal, por meio de inspeção das alvenarias realizada in loco. Como resultado, obteve-se a sistematização de informações a respeito das alvenarias, além da elaboração de uma Matriz de GUT que pode auxiliar profissionais da área do Restauro, identificando os danos mais relevantes de cada edificação. Dessa maneira, a Igreja de Nossa Senhora da Apresentação, visualmente, está em melhores condições de funcionamento e uso dos que as demais, sendo a que possui maior valor histórico dentre elas. Já a Igreja do Rosário, funciona eventualmente e demonstra uma falta de cuidado para com o patrimônio, apresentando uma maior magnitude nas manifestações patológicas. Por último, na Igreja de Nossa Senhora do Ó, encontra-se com um problema sério de presença de umidade, que está acarretando outros danos e degradando a edificação, precisando passar por atividades de reparo urgente. Ademais, foi possível concluir que as edificações históricas possuem um grau de conservação regular, e apesar de terem passado por intervenções significativas recentemente, apresentam uma quantidade razoável de manifestações patológicas que degradam o patrimônio histórico e diminuem sua vida útil.



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREZA KELLY COSTA NOBREGA - UFERSA
Interno - 1149445 - LUIZ ALESSANDRO PINHEIRO DA CAMARA DE QUEIROZ
Presidente - 1507841 - MARIA DAS VITORIAS VIEIRA ALMEIDA DE SA
Notícia cadastrada em: 10/07/2018 09:55
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao