Banca de DEFESA: RAYMISON RODRIGUES CARDOSO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAYMISON RODRIGUES CARDOSO
DATA : 28/03/2018
HORA: 15:00
LOCAL: AUDITÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL
TÍTULO:

ATERRO ESTRUTURADO COM COLUNAS DE JET GROUTING E REFORÇADO COM GEOSSINTÉTICOS CONSTRUÍDO SOBRE SOLO MOLE: CASO DE OBRA DO ENCONTRO DE PONTE SOBRE O RIO CURIMATAÚ, BR-101/RN.


PALAVRAS-CHAVES:

Estabilidade de aterro; solo mole; Jet Grouting; reforço de aterro; geossintéticos.


PÁGINAS: 159
RESUMO:

A fundação de uma estrutura, seja uma rodovia ou edificação, exige condições geotécnicas de solos estáveis, significando que o investimento estará isento de riscos. Caso inexistam, análises deverão ser feitas por engenheiro geotécnico, de modo a solucionar possíveis riscos. A presença de solo mole em qualquer terreno, seja a partir da superfície ou em camadas sub-horizontais, incorre, naturalmente, na necessidade de cálculos de estabilidade e recalques, normalmente envolvendo análise computacional. O presente estudo contribuiu para um melhor conhecimento da técnica de aterros sobre solos moles reforçados com colunas de jet grouting encabeçadas por plataforma de transferência de carga com geossintéticos, bem como do seu comportamento evolutivo no tempo resultante do processo de consolidação. É detalhado o local do estudo de caso e apresentada a investigação geotécnica realizada, como também apresenta-se os parâmetros adotados no projeto de construção dos aterros sobre solos moles do projeto da obra de duplicação da BR-101/RN, o chamado corredor nordeste, seu histórico e parâmetros geotécnicos. É demostrada a metodologia adotada para modelagem de reforços de estruturas rodoviária com a técnica de jet grouting, sendo descrito como são estimados os parâmetros utilizados na modelagem do solo tratado. A aplicação da metodologia proposta é apresentada utilizando como cenário geotécnico as características do subsolo da área do vale do Curimataú com a utilização deste modelo, pretende-se comparar numericamente os dados dos deslocamentos medidos em campo, a qual sofrera ruptura antes da intervenção estudada. Foi observada condições de ruptura e deformações excessivas e para sua estabilização a técnica de jet grouting foi aplicada. O comportamento da obra é analisado no período pós-construtivo. Para o bom desempenho de aterros sobre solo mole faz-se necessário um monitoramento, em todas as fases de sua construção, com a instalação de instrumentos de controle para acompanhar o desempenho da camada mole e do maciço, a evolução dos recalques, os deslocamentos horizontais e prevenindo-se de algum problema que venha afetar a estabilidade do aterro.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2085750 - FAGNER ALEXANDRE NUNES DE FRANCA
Interno - 028.307.994-02 - ENIO FERNANDES AMORIM - IFRN
Externo ao Programa - 347288 - MOACIR GUILHERMINO DA SILVA
Externo à Instituição - ALEXANDRE DA COSTA PEREIRA - IFRN
Notícia cadastrada em: 26/03/2018 08:45
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao