Banca de DEFESA: JOÃO PAULO DA SILVA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOÃO PAULO DA SILVA COSTA
DATA : 28/08/2017
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO CT
TÍTULO:

Comportamento à tração de estacas helicoidais em areia submetidas a carregamentos cíclicos estáticos e quase estáticos.


PALAVRAS-CHAVES:

Estaca helicoidal, ancoragem, prova de carga à tração, modelagem numérica, carregamento cíclico, areia.


PÁGINAS: 110
RESUMO:

 Estacas helicoidais são fundações usadas para resistir cargas de compressão, de tração e laterais. Elas apresentam muitas vantagens em relação a outros tipos de fundações, como alta produtividade e possibilidade de serem carregadas logo após a instalação. Seu uso vem crescendo muito nos últimos 25 anos ao redor do mundo. Entretanto o volume de estudos sobre o comportamento desse tipo de fundação ainda é relativamente pequeno. Resultados de testes em campo em areia pura são particularmente necessários. Nesse aspecto, um programa de ensaios de campo envolvendo estacas helicoidais submetidas à tração foi elaborado. Projetou-se e construiu-se um protótipo em escala real de uma estaca helicoidal dotada de três hélices. Foram executados sete ensaios distintos de carregamento axial cíclico à tração, em um depósito de areia pura. Cinco testes foram efetuados com carregamentos cíclicos estáticos e incluíram até 15 ciclos de carga e descarga. Os outros dois testes foram conduzidos com carregamentos cíclicos quase estáticos. Aumentos na rigidez do sistema solo-estaca foram observados com os resultados dos ensaios de carga estática, após a aplicação dos ciclos. Métodos teóricos e empíricos foram utilizados para prever a capacidade de carga estática à tração da estaca e produziram estimativas conservadoras comparadas aos resultados experimentais. Os testes com carregamentos quase estáticos foram feitos com valores diferentes de carga cíclica média e amplitude de carga.  Os resultados desses ensaios mostraram que o aumento da amplitude e da média das cargas tende a reduzir a estabilidade da estaca e a rigidez do sistema. A capacidade de carga estática do sistema aumentou após a aplicação dos carregamentos cíclicos quase estáticos. Modelos numéricos utilizando o método dos elementos finitos foram desenvolvidos para avaliar como o comportamento de uma estaca sujeita a carregamento estático, em solo arenoso, é afetado por parâmetros como diâmetro das hélices, espaçamento entre hélices e profundidade de instalação. A análise paramétrica permitiu avaliar tensões e deformações na massa de solo adjacente à estaca, bem como mecanismos de ruptura. Os resultados mostraram que a configuração ótima para a estaca nas condições estudadas inclui hélices com 300 mm de diâmetro, razão entre profundidade e diâmetro da hélice mais rasa igual a quatro e distância entre hélices igual a três diâmetros. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2551234 - YURI DANIEL JATOBA COSTA
Interno - 1524077 - CARINA MAIA LINS COSTA
Externo à Instituição - CRISTINA DE HOLLANDA CAVALCANTI TSUHA - USP
Notícia cadastrada em: 09/08/2017 09:58
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao