Banca de QUALIFICAÇÃO: DANILO PONTES PESSOA E SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANILO PONTES PESSOA E SOUZA
DATA : 07/04/2017
HORA: 10:50
LOCAL: Setor IV, Bloco I, Sala 17
TÍTULO:

ALTERAÇÕES NA PRODUÇÃO DE INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS EM NATAL/RN ENTRE 2000 E 2015: O impacto de empresas exógenas no mercado local.


PALAVRAS-CHAVES:

mercado imobiliário; crédito imobiliário; produção imobiliária; unidades habitacionais.


PÁGINAS: 30
RESUMO:

No Brasil, nos últimos anos, a alvenaria estrutural tem saído da característica de construção popular, que tinha até a década de 80, para assumir edifícios altos e de maior padrão. A problemática envolvendo este sistema construtivo em edifícios de maior padrão remete à impossibilidade de reformas. Como a alvenaria estrutural também tem função de vedação/compartimentação, modificações não podem ser feitas em um layout já construído. A retirada parcial ou total de painéis de alvenaria estrutural pode ocasionar em fissuração, deformações excessivas ou mesmo no colapso progressivo da estrutura, que consiste em uma ruptura localizada incremental que se propaga desproporcionalmente pela estrutura provocando o colapso parcial ou total da edificação. O desenvolvimento de modelos computacionais para aplicação na análise de estruturas de edifícios de alvenaria apresentou grandes avanços na última década. Apesar disso, alguns aspectos ainda podem ser explorados, com o intuito de aperfeiçoar os modelos existentes ou desenvolver nova metodologia de análise. Como exemplo, pode-se citar a interação entre paredes de alvenaria apoiadas em estruturas de transição, cujo comportamento já é de conhecimento amplamente discutido pelo meio técnico-científico, mas a simulação computacional não é tão simples de ser realizada. Entretanto, pouco se tem estudado o colapso progressivo em edifícios de alvenaria estrutural, especialmente quando se considera o efeito construtivo nas análises. As análises preliminares serão realizadas utilizando-se o modelo de pórtico equivalente idealizado por Nascimento Neto (2014), variando-se a tipologia dos painéis com aberturas típicas de porta e de janela, e considerando ainda a variação do módulo de elasticidade da viga de transição e da alvenaria de acordo com um cronograma de execução da estrutura. Posteriormente será feito o estudo do colapso progressivo nestes painéis, promovendo, paulatinamente, aberturas nas paredes e analisando os efeitos decorrentes deste procedimento. Nesta análise preliminar, pretende-se verificar os esforços internos na viga de transição e as tensões normais e de cisalhamento na interface de contato parede/viga. Espera-se ampliar o estudo para modelagens de edifícios reais a fim de estudar as implicações de retiradas de painéis e a possível ocorrência de colapso progressivo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOZILENE DE SOUZA - IFRN
Presidente - 1149445 - LUIZ ALESSANDRO PINHEIRO DA CAMARA DE QUEIROZ
Externo ao Programa - 2804034 - TAMMS MARIA DA CONCEICAO MORAIS CAMPOS
Notícia cadastrada em: 04/04/2017 13:21
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao