Banca de QUALIFICAÇÃO: JOÃO PAULO DA SILVA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO PAULO DA SILVA COSTA
DATA: 11/03/2016
HORA: 10:30
LOCAL: SETOR IV - BLOCO C - SALA 2
TÍTULO:

Desenvolvimento de estacas helicoidais para sistema de reação em provas de carga estática.


PALAVRAS-CHAVES:

Estaca helicoidal, prova de carga a tração, fundação profunda, torque.


PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Geotécnica
ESPECIALIDADE: Fundações e Escavações
RESUMO:

A revisão da norma ABNT NBR 6122 em 2010 tornou obrigatória a execução de provas de carga estática (PCE) em estaca, o que levou a um crescimento considerável do número desses ensaios realizados no Brasil. Entretanto, a instalação do sistema de reação necessário representa um entrave para a realização desse ensaio, podendo levar a custos adicionais e atrasos no cronograma da obra. Estacas metálicas helicoidais são um sistema de fundações bastante versátil que tem grande potencial para esse tipo de aplicação, devido às vantagens que estas proporcionam quanto a facilidade de instalação, verificação de qualidade e possibilidade de reutilização. O projeto descrito neste trabalho pretende estudar o uso de estacas helicoidais para sistemas de reação em provas de carga estática em estacas, através o desenvolvimento de um protótipo reutilizável em escala real. Para o dimensionamento desse tipo de estaca serão apresentados os métodos teóricos para capacidade de carga à tração, como o da superfície de ruptura cilíndrica, o das capacidades de carga individuai, além de métodos baseados em correlações empíricas entre a capacidade de carga e parâmetros de campo, como o torque de instalação. Considerando os carregamentos e configurações típicas de provas de carga, diversos aspectos de projeto serão analisados, como número de hélices, espaçamento entre hélices, diâmetro das hélices, diâmetro da haste e espessura da chapa. Métodos numéricos também serão utilizados como apoio ao processo de dimensionamento, através da utilização do programa Plaxis 3D. Essas análises permitirão avaliar o modo de ruptura das estacas ao arrancamento e como ele é afetado pela profundidade de instalação da estaca. Resultados de ensaios de sondagem a percussão e ensaios de laboratório realizados em locais selecionados da região de Natal-RN serão utilizados para fornecer os parâmetros de previsão de capacidade de carga. As estacas desenvolvidas terão seu desempenho avaliado através de provas de carga a tração. Também serão feitas considerações quanto a durabilidade das estacas após diversas reutilizações em obras reais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2551234 - YURI DANIEL JATOBA COSTA
Interno - 1524077 - CARINA MAIA LINS COSTA
Externo ao Programa - 1515200 - JOSE NERES DA SILVA FILHO
Notícia cadastrada em: 09/03/2016 14:17
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao