Banca de DEFESA: ARTUR MOURA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARTUR MOURA
DATA: 18/12/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do CT
TÍTULO:

PLANEJANDO COM LEAN CONSTRUCTION: DIRETRIZES PARA IMPLEMENTAÇÃO DA CONSTRUÇÃO ENXUTA EM OBRAS

 


PALAVRAS-CHAVES:

Lean Construction, Planejamento, Implementação.


PÁGINAS: 192
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Construção Civil
ESPECIALIDADE: Materiais e Componentes de Construção
RESUMO:

Atualmente, vive-se em uma época de escassez de crédito provocada pela crise financeira mundial, e a exemplo do ocorrido no passado, cabem aos mais diversos setores e segmentos da sociedade buscar meios para se reinventar. Nesse contexto, a Lean Construction se apresenta como uma forte alternativa de gestão da produção para empresas do segmento de construção civil. Advinda da mentalidade enxuta que teve sua origem no Japão no período pós-guerra e se difundiu pelo mundo em épocas de extrema escassez com a crise do petróleo. Na prática a Lean Construction é uma filosofia que busca aperfeiçoar o processo de gestão da produção, maximizando o fluxo do valor a partir da ótica do cliente através da eliminação das perdas. E prospera em ambientes e culturas que consideram a escassez de recursos como algo natural, aplicando-se tanto a épocas de crise macroeconômicas como de prosperidade. O Planejamento e Controle da Produção – PCP apresenta-se como alicerce fundamental para que as empresas se protejam diante das flutuações econômicas, visando sua sobrevivência e sucesso no disputado mercado. Motivado pela carência de discursão do tema na academia local, e, pela identificação dos 93,33% de construtoras que não fazem o uso de metodológico de ferramentas para o PCP no estado, a presente dissertação objetiva estudar e propor a implementação da construção enxuta na metodologia de planejar empreendimentos aplicados em canteiros de obras. Nesta caracterizou-se o sistema de gestão da produção de uma empresa construtora, apontando as principais causas da ineficácia relacionadas a consequente baixa no desempenho de um de seus empreendimentos. Na sequência implementou-se o PCP com o uso de ferramentas para atendimento aos princípios da construção enxuta. Sendo este monitorado através de indicadores que proporcionaram aos gestores a visão gerencial do processo de controle das ações e mecanismos de proteção da produção. Todas as diretrizes de implementação e aplicação deste modelo de gestão, foram expostas  de maneira simplificada, prática e eficiente, visando quebrar a resistência de novas práticas e antigos paradigmas do setor.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1507841 - MARIA DAS VITORIAS VIEIRA ALMEIDA DE SA
Externo ao Programa - 1777131 - MARIANA RODRIGUES DE ALMEIDA
Externo à Instituição - RENATO SAMUEL BARBOSA DE ARAÚJO - IFRN
Notícia cadastrada em: 24/11/2015 14:51
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao