PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de QUALIFICAÇÃO: TALITA ALVES DA CRUZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TALITA ALVES DA CRUZ
DATA : 04/11/2022
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/hti-zezq-tbi
TÍTULO:

O TEMPLO DE HATSHEPSUT EM DEIR EL-BAHARI: ESPAÇO E MEMÓRIA NA XVIII DINASTIA (1473-1458 A.E.C.).


PALAVRAS-CHAVES:

Egito Antigo; XVIII dinastia; Memória Cultural; Gênero; Hatshepsut; Deir el-Bahari.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

Nesta  pesquisa  investigamos  o  templo  da  rainha-faraó  Hatshepsut  em  Deir  el-Bahari (1473-1458  A.E.C.).  Analisamos  a  estrutura  do  templo  pensando  em  sua monumentalidade  dentro  do  seu  espaço de construção, como ele  foi  responsável  por manter  a  memória  da  rainha-faraó  e  influenciar  na  memória  cultural  da  sociedade. Utilizamos como fonte os catálogos arqueológicos do arqueólogo Edouard Naville (1896) e (1898) que contém as pranchas com as iconografias do templo. Nessas pranchas são abordadas a coroação de Hatshepsut, seu nascimento divino e a viagem a terra de Punt. Utilizando como fundamentação teórica o conceito de memória cultural refletindo sobre a construção do templo  como um elemento perpetuador dessa memória na sociedade egípcia, e o conceito de gênero para compreendermos a atuação de uma figura feminina como faraó. Como ferramentas metodológicas utilizamos a análise iconográfica da arte egípcia de Richard Wilkinson (2003) e identificamos como as iconografias do templo de Hatshepsut podem ser analisadas com base em tópicos que evidenciam a arte egípcia. Para isso, realizamos a confecção de corpus iconográfico e submetemos as imagens do templo à análise proposta com base nos conceitos de semiótica e hermenêutica de Valérie Angenot (2015) observando como os elementos visuais podem ser interpretados a partir das camadas de significado na composição da imagem. Dessa forma, desenvolvemos uma interpretação  das  iconografias  a  partir  da  análise  de  elementos  da  arte  egípcia  e  da interpretação das imagens fundamentais para a composição do templo e sua influência social no Reino Novo. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1518086 - FRANCISCO DAS CHAGAS FERNANDES SANTIAGO JUNIOR
Interna - ***.317.991-** - LYVIA VASCONCELOS BAPTISTA - NENHUMA
Presidente - 1543236 - MARCIA SEVERINA VASQUES
Notícia cadastrada em: 05/10/2022 09:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao