Banca de QUALIFICAÇÃO: DENIS FERNANDES ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DENIS FERNANDES ALVES
DATA : 03/09/2019
HORA: 09:30
LOCAL: Sala B7, setor V
TÍTULO:

ESTRUTURA PRODUTIVA, DESIGUALDADES REGIONAIS E CRESCIMENTO ECONÔMICO NAS REGIÕES BRASILEIRAS


PALAVRAS-CHAVES:

Desigualdades Regionais; Crescimento Econômico; Estrutura Produtiva; Econometria Espacial.


PÁGINAS: 73
RESUMO:

Pensar sobre a questão regional é compreender que há a necessidade de superar certas disparidades reproduzidas no território, sob diversas óticas, sejam elas intra ou inter-regionais. A forte relação que se tem entre os estudos dos desequilíbrios regionais com a economia é bastante enfatizada no campo de estudo da Economia Regional. O uso de ferramentas adequadas para efeitos de política pública tem sido um desafio constante no que concerne a busca por redução das desigualdades regionais dentro da própria regionalização do território. No entanto, mais recentemente, com o advento da Nova Geografia Econômica (NGE) na década de 1990, o uso do instrumental econométrico explorando os efeitos espaciais permitem captar um elemento importante, por vezes, antes ignorado: o fator espacial. Nesse sentido, o objetivo do trabalho é analisar as desigualdades regionais, crescimento econômico e estrutura produtiva explorando os efeitos espaciais nos anos pós-2000. Partindo da hipótese norteadora de que há redução das desigualdades regionais no período estudado, muito embora prevaleçam concentração intra regionais, levando em conta aumento da convergência regional do crescimento econômico e ampliação da produtividade em setores específicos de acordo com cada região. A justificativa deste estudo é baseada na importância de se investigar problemas como a desigualdade regional sob diversas óticas, como renda, salário, emprego, produção, crescimento econômico e produtividade, principais condicionantes para promoção do desenvolvimento regional. Para tanto, como estratégia empírica, será utilizada um conjunto de métodos explorados sob a ótica espacial, a saber: shift-share combinado com uma Análise exploratória de Dados Espaciais (AEDE), dados em painel espacial e β-convergência do crescimento e, visando atender ao objetivo proposto e investigar os problemas de disparidades regionais no Brasil. Os dados são de natureza secundária, provenientes de órgãos oficiais, como IBGE, RAIS e periódicos científicos. Espera-se que os resultados deste estudo sinalizem uma possível redução das disparidades intra e inter-regionais no Brasil, e contribua com a elaboração e o planejamento de políticas públicas e econômicas, com o objetivo de mitigar as desigualdades regionais e sociais no território nacional.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1359672 - ALICE ALOISIA DA CRUZ
Interna - 1474874 - JANAINA DA SILVA ALVES
Presidente - 1205069 - WILLIAM EUFRASIO NUNES PEREIRA
Notícia cadastrada em: 23/08/2019 16:14
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao