Banca de DEFESA: BEATRIZ BATINGA E SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BEATRIZ BATINGA E SILVA
DATA : 29/07/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala B7, setor V
TÍTULO:

DINÂMICA PRODUTIVA, EXPORTAÇÕES E MERCADO DE TRABALHO NO NORDESTE NO PERÍODO PÓS 2002


PALAVRAS-CHAVES:

Comércio Externo; Mercado de Trabalho; Exportações; Nordeste; Brasil


PÁGINAS: 94
RESUMO:

Esta dissertação busca analisar a evolução do comércio externo no Brasil e na região Nordeste, procurando evidenciar os possíveis impactos sobre o volume de emprego e o perfil dos postos de trabalho criados, apontando as diferenças entre os estabelecimentos exportadores e não exportadores no período que compreende os anos de 2003 a 2014. Entende-se a inserção internacional como peça fundamental para o desenvolvimento de um país ou região. No século XXI, o Brasil obteve uma maior inserção no comércio externo, materializada pelo aumento da participação das exportações no PIB. Já no que se refere à região Nordeste, isso não pode ser afirmado. Sua formação econômica, desde o século XVIII, condicionou uma estrutura produtiva que não favoreceu diretamente sua relação com o setor externo, podendo ser dividida em três etapas: consolidação do complexo nordestino, articulação comercial e integração produtiva. O bom desempenho dos investimentos públicos e privados no brasil do século XXI contribuiu para o desempenho positivo do PIB do Nordeste. A região amplia sua participação no PIB nacional, ainda que em termos de comércio externo isso não tenha se dado de maneira similar. A dinâmica econômica observada para o Brasil e o Nordeste impactou de maneira diferenciada o emprego e a renda nos estabelecimentos exportadores e não exportadores, foco da presente dissertação. Para tal, a identificação dos estabelecimentos que exportaram durante o período da análise se deu a partir da divulgação realizada pela Secretaria de Comércio Exterior (SECEX). Para a análise do emprego e da renda fez-se um cruzamento dessas informações com os dados disponíveis na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Esta dissertação está dividida em três capítulos. O primeiro busca relacionar a formação econômica do Nordeste desde o século XVIII até o período pós anos 2000, enfatizando a dinâmica do comércio externo. O segundo Capítulo apresenta os resultados da evolução e participação no emprego dos estabelecimentos segundo condição de exportação. Por fim, no último Capítulo, a análise volta-se para a renda. De modo sintético, procurar-se-á explorar, para além do crescimento do  emprego formal, o perfil do emprego em termos salariais evidenciando as diferenças entre os distintos estabelecimentos de forma a contribuir para o enriquecimento da análise acerca da contribuição do comércio internacional pela via das exportações para o mercado de trabalho formal no Brasil e no Nordeste.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - MARCELO SARTORIO LOURAL - UFU
Presidente - 2330704 - CASSIANO JOSE BEZERRA MARQUES TROVAO
Externa ao Programa - 1149536 - MARIA LUSSIEU DA SILVA
Notícia cadastrada em: 08/07/2019 14:19
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao