Banca de QUALIFICAÇÃO: PERILONIA OLIVEIRA CAMPOS DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PERILONIA OLIVEIRA CAMPOS DE SOUZA
DATA : 11/07/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Setor I
TÍTULO:

A TRAJETORIA DE INSERÇÃO COMERCIAL DA REGIÃO NORDESTE: DE FHC A DILMA - UMA ANÁLISE A PARTIR DE ANOS SELECIONADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Internacionalização da produção, Região Nordeste, Brasil, balanças comerciais, estados nordestinos.


PÁGINAS: 51
RESUMO:

O estudo trata da trajetória da inserção comercial da Região Nordeste no mercado internacional, considerando três períodos distintos, os quais compreendem os anos dos primeiros mandatos dos governos Fernando Henrique Cardoso (1995-1998), Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2006) e Dilma Rousseff (2011-2014) e visa identificar possíveis mudanças nesta trajetória a partir da pauta exportadora dos mesmos. Especificamente procura-se identificar alguma mudança em relação aos principais bens exportados, segundo o fator agregado bem como os principais destinos dos mesmos. Para tanto, os procedimentos adotados foram: (i) revisão bibliográfica, utilizando alguns autores cujos estudos contribuíram para a compreensão sobre o processo de inserção comercial bem como àqueles que discorram sobre a trajetória da economia brasileira, com vista a apreender como vem sendo construído o processo de internacionalização da produção da Região Nordeste; (ii) levantamentos dos dados referentes as balanças comerciais do Brasil e da Região Nordeste, disponibilizados pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria  e Comércio Exterior, por meio da Secretaria de Comércio Exterior – MDIC/SECEX, cujo intuito é verificar a participação da Região Nordeste nas exportações brasileiras. (iii) levantamento dos dados referentes ao comércio exterior dos estados nordestinos, a partir das informações disponibilizadas pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, por meio da Secretaria de Comércio Exterior – MDIC/SECEX, com vista a verificar se houve alguma mudança na estrutura da balança comercial dos mesmos nos anos selecionados. (iv) sistematização dos dados e análise dos resultados. A análise dos dados  apontam que devido a grande heterogeneidade dos estados nordestinos verifica-se que cada estado apresenta especificidades distintas em relação aos bens exportados, uma vez que a inserção comercial depende de alguns fatores específicos, como matéria-prima, mão-de-obra especializada, infraestrutura, logística, entre outros. Todavia, de uma forma geral a composição da pauta de exportação dos estados nordestinos demonstra uma relativa permanência de bens com baixo valor agregado, a exemplo das commodities agrícolas e industriais.  Ademais, os principais destinos dos produtos são os países desenvolvidos. Em suma, a compreensão da internacionalização comercial da produção da região nordeste é fundamental para a orientação para o desenho de instrumentos e/ou políticas que visem o desenvolvimento da região.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2344954 - LUZIENE DANTAS DE MACEDO
Presidente - 1149536 - MARIA LUSSIEU DA SILVA
Interno - 1205069 - WILLIAM EUFRASIO NUNES PEREIRA
Notícia cadastrada em: 01/07/2016 12:39
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao