Banca de DEFESA: CRYSLÃINE FLAVIA DA SILVA RODRIGUES



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: CRYSLÃINE FLAVIA DA SILVA RODRIGUES
DATA: 24/05/2016
HORA: 11:00
LOCAL: A definir
TÍTULO:

O efeito da política industrial sobre o potencial de crescimento brasileiro: uma análise voltada para projeção com ênfase no período 2016-2025.


RESUMO:

Tendo como motivação a discussão que vem se desenvolvendo ao longo dos últimos anos acerca da evolução da indústria brasileira e seus impactos sobre a trajetória de crescimento econômico do país, nesta dissertação tivemos como objetivo realizar uma análise de simulação acerca do efeito da implementação de uma suposta política industrial sobre o potencial de desempenho do setor industrial e da economia brasileira no período de 2016-2025. Para dar suporte a esse estudo, desenvolvemos um modelo formal macroeconômico voltado para projeção, aqui construído não só a partir de Lourenço e Roos (2015), mas também dos principais desenvolvimentos teóricos recentes do modelo de crescimento sob restrição externa. A simulação do desempenho da indústria e economia brasileira foi gerada no âmbito de três diferentes cenários, todos condicionados ao atual modelo de gestão da política macroeconômica do país. O Cenário 1 representa o desdobramento esperado dos eventos econômicos na ausência de qualquer política industrial adicional. No Cenário 2, incluímos a suposição de que, a partir de 2016, o governo implementa uma política industrial via redução da alíquota tributária do setor para 0%. Por fim, no Cenário 3 adotamos a suposição de que opera uma política industrial que não se manifesta pela mudança da alíquota tributária, mas sim por mecanismos de seletividade de crédito, política comercial, científica, tecnológica, etc., os quais geram um aumento anual de 1,0% no peso das exportações industriais no total das exportações, e uma redução do mesmo percentual no peso das importações do referido setor no total das importações. Os resultados obtidos sugerem que a implementação de uma política industrial do tipo especificamente considerado no Cenário 3, bem como uma mudança no atual modelo de gestão da política macroeconômica se fazem importantes para alavancar o crescimento econômico brasileiro; caso contrário, o país seguirá apresentando baixas taxas de crescimento.


PALAVRAS-CHAVE:

Indústria. Crescimento econômico. Restrição externa. Modelo de simulação.


PÁGINAS: 250
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2374343 - ANDRE LUIS CABRAL DE LOURENCO
Interno - 1752338 - FABRICIO PITOMBO LEITE
Externo à Instituição - FRANKLIN LEON PERES SERRANO - UFRJ
Notícia cadastrada em: 10/05/2016 08:37
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao