Banca de DEFESA: ANDRE FELIPE SOARES DE ALCANTARA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRE FELIPE SOARES DE ALCANTARA
DATA: 27/02/2015
HORA: 10:00
LOCAL: NEPSA
TÍTULO:

 Políticas econômicas, estratégias de desenvolvimento regional e cenários externos: o caso da dinâmica econômica do Nordeste no período 1956-2010


PALAVRAS-CHAVES:

Nordeste. Política econômica. Estratégia de desenvolvimento regional. Planejamento econômico


PÁGINAS: 13876
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
RESUMO:

A análise efetuada propõe expressar a trajetória econômica da Região Nordeste desde o período em que foi implantado o planejamento econômico de viés desenvolvimentista, com a criação do Plano de Metas, até o final do governo Lula, quando o modelo de formulação da estratégia de desenvolvimento já havia sido modificado (1956-2010). O trabalho aborda o nascimento da estratégia de desenvolvimento regional com a instituição da SUDENE, passa pelo aprofundamento do processo de integração nacional e entra na mudança marcada pela saída do desenvolvimentismo e pela confirmação da ideologia neoliberal no país. A especificidade do estudo encontra-se na presença da segmentação analítica entre a estratégia de desenvolvimento regional – como análise central –, a política econômica nacional vigente e a conjuntura internacional – tidas aqui como secundárias, porém, necessárias. A questão repousa em saber se as estratégias de desenvolvimento direcionadas para a Região Nordeste foram capazes de modificar sua estrutura econômica e impulsionar seu crescimento. Pelo uso do método dedutivo, de uma pesquisa histórica e de uma revisão literária, edifica-se a hipótese de que no Nordeste houve diversificação da estrutura produtiva e desconcentração regional quando existiam políticas de desenvolvimento regional associadas ou derivadas da política de desenvolvimento nacional. Os resultados expressaram o crescimento da região (produto per capita) em todo o período, porém, a participação da produção da região na produção nacional manteve-se praticamente inalterada. Deste modo, conclui-se que a estratégia de desenvolvimento regional não foi capaz de retirar a região da condição de subdesenvolvida.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANGELO MAGALHAES SILVA - UFERSA
Externo ao Programa - 2177279 - DENILSON DA SILVA ARAUJO
Presidente - 1149545 - MARCIA MARIA DE OLIVEIRA BEZERRA
Notícia cadastrada em: 13/02/2015 12:56
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao