Banca de DEFESA: MARCUS VINICIUS DUARTE SAMPAIO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCUS VINICIUS DUARTE SAMPAIO
DATA: 30/08/2013
HORA: 09:30
LOCAL: SALA MULTIMEIOS NEPSA
TÍTULO:

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL: a expansão recente do IFRN e a absorção de egressos no mercado de trabalho


PALAVRAS-CHAVES:

Mercado de Trabalho, Educação Profissional, Egressos, IFRN.


PÁGINAS: 145
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
RESUMO:

O presente estudo tem como propósito analisar em que medida o processo de interiorização do IFRN contribui para a endogeneização do desenvolvimento local e territorial, mais precisamente em termos da absorção de egressos no mercado de trabalho, forma de inserção e melhoria da renda e qualidade de vida. A hipótese de pesquisa é a de que a política de interiorização e expansão da educação profissional e tecnológica, ao descentralizar oportunidades, permite um diferencial para a vida educacional e profissional de parcela dos alunos formados, entretanto, a formação mantém uma conexão relativa com as potencialidades produtivas nos territórios de abrangência. A revisão bibliográfica centrou-se na literatura sobre educação e mercado de trabalho, bem como na discussão do papel da formação técnica e profissional para o desenvolvimento local, em contraposição à lógica de mercado, tendo em vista a ampliação do gasto público para este fim. Para este estudo, foi feita a coleta primária de dois conjuntos de informações e dados, simultaneamente, de natureza qualitativa e quantitativa.  A pesquisa de enfoque qualitativo, intitulada Pesquisa de Avaliação da Expansão (PAEX), constituiu-se numa série de entrevistas abertas destinadas a representantes institucionais, visando conhecer aspectos da repercussão da interiorização da Instituição no processo de desenvolvimento local. A pesquisa com tratamento quantitativo, intitulada Pesquisa de Acompanhamento de Egressos (PAE), foi realizada mediante a aplicação de questionário online, com perguntas fechadas, destinadas aos ex-alunos do IFRN, objetivando definir o perfil da inserção no mercado de trabalho e a capacidade da formação de alterar a qualidade de vida do ex-aluno, entre outros aspectos. Os resultados confirmam plenamente a hipótese do estudo, ao demonstrar que, de fato, a política de interiorização descentraliza oportunidades e se constitui num diferencial importante para a maioria dos egressos. Porém, a absorção destes no mercado de trabalho dos respectivos territórios de abrangência se mostra aquém das expectativas, em virtude de problemas estruturais da economia local, que favorecem a escassez de oportunidades de trabalho e dificuldades relacionadas ao crescimento e valorização profissional. Além disto, se constatou dificuldades institucionais relacionadas ao recente processo de implantação da política de educação profissional e tecnológica em vários campi da Instituição.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149543 - VALDENIA APOLINARIO
Interno - 1205069 - WILLIAM EUFRASIO NUNES PEREIRA
Externo à Instituição - PAULO FERNANDO DE MOURA BEZERRA CAVALCANTI FILHO - UFPB
Notícia cadastrada em: 29/08/2013 10:13
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao