Banca de DEFESA: ALESON DA SILVA FONSECA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALESON DA SILVA FONSECA
DATA : 29/06/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

DIVERSIDADE METAGENÔMICA DO FITOPLÂNCTON E RISCO SOCIAL DE FLORAÇÕES DE CIANOBACTÉRIAS EM RESERVATÓRIOS DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: MEDIAÇÃO DA PESQUISA E ENSINO PARA O LETRAMENTO CIENTÍFICO


PALAVRAS-CHAVES:

Cianotoxinas, Questões sociocientíficas, Formação de professores.


PÁGINAS: 273
RESUMO:

O presente estudo foi baseado em quatro objetivos, cada um correspondendo a um capítulo: 1) descrever e comparar a diversidade metagenômica da comunidade fitoplanctônica, com ênfase em cianobactérias, com a diversidade obtida pelo método tradicional por microscopia óptica; 2) Explicar como ocorreu a formulação social dos riscos ambientais atrelados às florações de algas potencialmente tóxicas em reservatórios na Bacia Hidrográfica Piancó-Piranhas-Açu; 3) validar o Instrumento de Planejamento e a Avaliação Didática de Questões Sociocientíficas (IPADQSC), como material instrucional de apoio ao professor para auxiliar no planejamento e avaliação das sequências de ensino com foco na educação e na ampliação do letramento científico; 4) avaliar como um curso de formação de professores, sobre questões sociocientíficas relacionadas à temática da água contribui para compreensão e aplicação desses conceitos na construção de sequências de ensino, na perspectiva do letramento científico e da sustentabilidade ambiental. O DNA total foi extraído dos reservatórios Boqueirão de Parelhas e Passagem das Traíras, obtido a partir da filtragem de 100 litros de água em arrastos verticais e horizontais, de modo que o material genético foi sequenciado e analisado com auxílio da ferramenta de MG-RAST. Para avaliação do risco, atrelada às florações de cianobactérias, efetuou-se uma revisão de literatura partir de palavras-chave, com recorte temporal entre 1996 a 2020.  O IPADQSQ foi elaborado de acordo com os pressupostos teóricos das abordagens de Questões Sociocientíficas e ensino investigativo. Para validação, questionários foram aplicados para professores de ciências de biologia do ensino básico, mestrandos em ensino de ciências e professores universitários. No curso de formação, realizado com 107 professores em formação inicial e continuada, o IPADQSC foi usado como recurso para auxiliar os docentes na elaboração de sequências didáticas balizadas por QSC. A análise da composição fitoplanctônica por metagenômica detectou 238 taxa, distribuídas em 13 grupos, com abundância acima de 90% de cianobactérias. Os dados da literatura destacam vários riscos atrelados à eutrofização: contaminação das águas por cianotoxinas, alterações ecológicas na comunidade aquática, mudança nos padrões limnológicos dos corpos hídricos e prejuízos à saúde humana em função do uso da água contaminada. Na resposta ao questionário, os docentes foram unânimes ao afirmar que o IPADQSC atinge ao objetivo pelo qual foi proposto, assim, foram elaboradas 21 sequências de ensino sobre a temática da água usando abordagem QSC pelos professores participantes no curso. Os resultados demostram que os professores compreendem os conceitos fundamentais da abordagem QSC e do letramento científico. Emergiram-se, assim, indicadores de letramento científico: capacidade de compreender termos e conhecimentos científicos; reconhecer as relações e implicações CTSA, analisar controvérsias científicas na busca para propor soluções para problemas reais do cotidiano, considerando aspectos da natureza da ciência; uso da linguagem científica, ponderando fatores morais, éticos e políticos para construção de argumentos fundamentados na ciência e considerando aspectos da sua natureza para agir na sociedade e na tomada de decisão. Todos esses indicadores estavam presentes em alguma medida nas sequências didáticas. Verificou-se, comparando as duas técnicas de identificação, maior diversidade fitoplanctônica quando empregado a técnica de identificação metagenômica, especialmente para os taxa picoplanctônicos, em detrimento da identificação tradicional por microscopia óptica. Recomenda-se a ampliação das formações pedagógicas para que se possa mitigar as fragilidades formativas e assim contribuir para a superação dos desafios que impedem a aplicação das QSC na prática pedagógica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - WASHINGTON LUIZ PACHECO DE CARVALHO - UNESP
Presidente - 2218942 - IVANEIDE ALVES SOARES DA COSTA
Interna - 1298966 - RAQUEL FRANCO DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 07/06/2021 16:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao