Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDO HENRIQUE FERNANDES DE MACEDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDO HENRIQUE FERNANDES DE MACEDO
DATA: 13/06/2013
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

Efeitos da contração muscular tixotrópica na hiperinsuflação dinâmica em pacientes com asma


PALAVRAS-CHAVES:

Thixotropy conditioning, Ashtma, Hyperinflation.


PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: A asma é uma doença crônica inflamatória das vias aéreas que se manifesta por dispneia decorrente do aprisionamento de ar denominado hiperinsuflação pulmonar (HP). Estudos mostraram que a aplicação da técnica de contração muscular expiratória na modalidade Tixotrópica poderá diminuir a HP beneficiando no controle das crises em pacientes asmáticos. Objetivo: Avaliar as modificações induzidas na mecânica respiratória (volume, fluxo e pressões respiratórias) pela técnica Tixotrópica em repouso e durante o exercício em pacientes com asma e sujeitos saudáveis. Metodologia: Serão avaliados 25 pacientes asmáticos e 25 indivíduos saudáveis, pareados por sexo e idade, onde realizarão o teste submáximo constante em bicicleta ergométrica associada à pletismografia optoeletrônica e análise de fluxo e pressão em vias aéreas, antes e após o treinamento na modalidade Tixotrópica. Hipótese: A aplicação da técnica de contração muscular expiratória na modalidade Tixotrópica diminuirá a HP em pacientes asmáticos diminuindo a sensação de dispneia e melhorando a tolerância aos exercícios. Resultado: Em piloto realizado com 10 sujeitos saudáveis foi observado que nas manobras realizadas a partir do volume residual o volume no final da expiração (EEV) diminuiu significativamente após contração expiratória, contração inspiratória e apneia (p<0.0001); o volume no final da inspiração (EIV) diminuiu significativamente após a contração inspiratória e apneia (p=0.0004 e p=0,0382, respectivamente). Após as manobras a partir da capacidade pulmonar total, o VFI aumentou significativamente após as manobras de apneia, contração inspiratória e expiratória (p<0.0001, p<0.0001 e p=0.0005, respectivamente).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545315 - GUILHERME AUGUSTO DE FREITAS FREGONEZI
Externo à Instituição - VANESSA REGIANE RESQUETI - UFPE
Externo à Instituição - WALTER ARAUJO ZIN - UFRJ
Notícia cadastrada em: 03/06/2013 10:53
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao