Banca de DEFESA: ANDRÉA DE CARVALHO GOMES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉA DE CARVALHO GOMES
DATA: 27/02/2012
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

Efeito do método Pilates no desempenho muscular e no equilíbrio corporal de idosas: ensaio clínico controlado randomizado


PALAVRAS-CHAVES:

Envelhecimento; Desempenho Muscular; Equilíbrio Corporal; Exercício Físico; Método Pilates


PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: O envelhecimento gera declínio nos sistemas sensoriais e motor, bem como na integração das informações, diminuindo a habilidade de manutenção do controle postural e aumentando o risco de queda nos idosos. Este risco pode ser minimizado através da prática regular de exercício físico. O método Pilates é uma modalidade de exercício que vem crescendo nas últimas décadas, caracterizada pelo trabalho resistido e o alongamento dinâmico, realizados respeitando seis princípios: controle, precisão, centralização, fluidez de movimento, concentração e respiração. Objetivo: Avaliar o efeito de um programa de exercícios de Pilates em solo no desempenho muscular e no equilíbrio corporal de idosas. Materiais e Método: Trata-se de um ensaio clínico controlado randomizado, no qual foram avaliadas 33 mulheres na faixa etária de 65 a 80 anos. Para a avaliação do risco de quedas e medo de cair utilizou-se a Escala de Equilíbrio de Berg, o Timed Up and Go Test e a Escala de Eficácia de Quedas Internacional versão Brasil. A avaliação do desempenho muscular foi feita com o dinamômetro isocinético Biodex®  e a do equilíbrio corporal com o Balance Master®. O grupo controle (GC) recebeu orientações por meio de cartilhas educativas. O grupo experimental (GE) participou de um programa de 12 semanas de exercícios de Pilates em solo, sendo duas sessões semanais com uma hora de duração. As participantes foram reavaliadas após três meses. Resultados: Não foram observadas diferenças significativas no desempenho muscular e equilíbrio corporal entre os grupos nas avaliações pós-intervenção. No entanto, observou-se aumento das médias do trabalho normalizado pelo peso corporal e da potência a 60°/s, redução da média da velocidade de oscilação do centro de gravidade na terceira e quarta condições do mCTSIB e aumento da média do índice de subida no Sit to Stand no GE pós-intervenção. Conclusão: Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos no desempenho muscular e equilíbrio corporal após programa de 12 semanas de exercício de Pilates em solo. No entanto, foram observados melhoras na velocidade de oscilação do centro gravidade e na força dos membros inferiores do GE.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JULIANA MARIA GAZZOLA - UNIBAN
Presidente - 350637 - RICARDO OLIVEIRA GUERRA
Externo ao Programa - 2566849 - WOUBER HERICKSON DE BRITO VIEIRA
Notícia cadastrada em: 16/02/2012 16:58
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao