Banca de DEFESA: LARISSA MORAIS VILLAR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARISSA MORAIS VILLAR
DATA: 06/12/2011
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DO GRAU DE INDEPENDÊNCIA, PADRÃO E QUALIDADE DE SONO COM A INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS


PALAVRAS-CHAVES:

incontinência urinária, saúde do idoso institucionalizado, transtornos do sono


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Resumo: Objetivo: Avaliar a influência do grau de independência, padrão e qualidade de sono com alterações urinárias em indivíduos idosos institucionalizados nas principais Instituições de Longa Permanência (ILP’s) das cidades de Natal-RN e João Pessoa-PB.
Metodologia: Este estudo foi de caráter exploratório, descritivo, transversal, com abordagem quantitativa, realizado com 100 idosos a partir de 60 anos de idade, residentes em Instituições de Longa Permanência. Para coleta de dados, foram aplicados os seguintes instrumentos: Pittsburgh Sleep Quality Index –PSQI, Mini-Exame do Estado Mental, Índice de Katz, International Consultation on Incontinence Questionnaire – Short Form (ICIQ-SF) e uma ficha de identificação do idoso. O perfil da amostra foi descrito por meio de tabelas com valores de frequência absoluta e relativa das variáveis categóricas. Foram realizados os Testes Qui-Quadrado ou Exato de Fisher e a Análise de Regressão Linear Múltipla, utilizando como critério um p-valor de 5%.
Resultados: Neste estudo mostrou-se que houve uma influência positiva para desenvolvimento da incontinência urinária entre o tabagismo, a hipertensão, DPOC e independência funcional (p=0,01). Com relação aos componentes do PSQI, apenas a sonolência diurna (p= 0,009) e o uso de medicamentos para dormir (p= 0,057) apresentaram significância estatística.
Conclusão: Os resultados encontrados exprimem a importância de medidas preventivas e educacionais, que visem redução da IU, além de alterações estruturais nas instituições de longa permanência, que facilitem o acesso do idoso ao banheiro. Desta, forma, o fisioterapeuta pode atuar nestas instituições, ampliando as opções de tratamento, levando-se em consideração o idoso como um todo e considerando esta situação muitas vezes negligenciada.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1460020 - ALVARO CAMPOS CAVALCANTI MACIEL
Presidente - 2212151 - ELIZABEL DE SOUZA RAMALHO VIANA
Externo à Instituição - PATRICIA DRIUSSO - UFSCAR
Notícia cadastrada em: 25/11/2011 09:33
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao