Banca de DEFESA: VALESKA FERNANDES DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: VALESKA FERNANDES DE SOUZA

DATA: 28/02/2011

HORA: 14:30

LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPTO. DE FISIOTERAPIA

TÍTULO:

DESFECHOS CLÍNICOS E MORTALIDADE DE SUJEITOS SUBMETIDOS À CIRURGIA BARIÁTRICA NO RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Cirurgia bariátrica, mortalidade, morbidade, obesidade mórbida


PÁGINAS: 66

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

RESUMO:

Introdução: A obesidade constitui hoje, um problema de saúde pública em todo o mundo. A cirurgia bariátrica tem sido um eficiente método de redução de peso corporal em obesidade grave, reduzindo seus efeitos associados e por apresentar baixos níveis de complicações pós-operatórias imediatas e tardias. No Brasil a utilização da cirurgia bariátrica é uma alternativa terapêutica recente. Por tratar-se de um país com dimensões continentais, e com uma enorme diversidade socioeconômica e cultural, torna-se imprescindível conhecer a realidade de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica em regiões brasileiras menos favorecidas economicamente. Objetivos: Avaliar o perfil epidemiológico, desfechos clínicos e mortalidade de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica videolaparoscópica através do sistema público de saúde brasileiro no Estado do Rio Grande do Norte (UFRN)-Brasil. Metodologia: Estudo observacional descritivo de caráter prospectivo, desenvolvido no período de Fevereiro de 2009 a Fevereiro de 2011, no Ambulatório de Obesidade e Cirurgia Bariátrica do Hospital Universitário Onofre Lopes da UFRN. Foram feitas avaliações antropométricas de obesidade, registro de comorbidades e óbitos no pós-operatório. Resultados: Setenta pacientes (54 mulheres e 16 homens) de baixo poder aquisitivo com idade entre 22 a 63 anos fizeram parte do estudo. Foram registradas a morte de três pacientes no período do estudo. Os resultados apontam diminuição significativa dos parâmetros antropométricos, principalmente em relação ao peso corporal, circunferência de cintura e quadril em ambos os sexos. Apenas a medida de Relação Cintura/Quadril não apresentou diferença após intervenção nos pacientes do sexo masculino. Houve uma expressiva resolução das comorbidades avaliadas. Não observamos diferenças significativas ao relato de sonolência matutina na amostra em geral, e ao ronco nos pacientes do sexo masculino. Conclusão: Nossos achados atestam a cirurgia bariátrica videolaparoscópica como método eficiente de redução de peso e de comorbidades em pacientes obesos mórbidos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350636 - GARDENIA MARIA HOLANDA FERREIRA
Externo ao Programa - 1781226 - KARLA LUCIANA MAGNANI
Externo à Instituição - VANESSA REGIANE RESQUETI FREGONEZI - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 15/02/2011 09:14
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao