Banca de DEFESA: DENISE DAL'AVA AUGUSTO - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: DENISE DAL'AVA AUGUSTO

DATA: 13/05/2010

HORA: 00:00

LOCAL: PPGFIS

TÍTULO:

EFEITO IMEDIATO DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEUROMUSCULAR SELETIVA DO MÚSCULO VMO EM PACIENTES COM SÍNDROME DA DOR FEMOROPATELAR


PALAVRAS-CHAVES:

Eletromiografia, Estimulação Elétrica Neuromuscular, Reabilitação.


PÁGINAS: 82

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

RESUMO:

Introdução: A Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP) é descrita como dor anterior ou retro-patelar do joelho, sendo freqüentemente associada à disfunção do Vasto Medial Oblíquo (VMO). Entretanto, diversos estudos têm demonstrado a impossibilidade de ativar seletivamente este músculo através de exercícios. Objetivo: Avaliar os efeitos da Estimulação Elétrica Neuromuscular (EENM) seletiva do músculo VMO, em sujeitos com SDFP. Métodos: Foram avaliadas 38 mulheres sendo 20 pertencentes ao grupo controle (média de idade 24,15 ± 2,60 anos) e 18 com diagnóstico de SDFP (média de idade 25,56 ± 3,55 anos). Ambos os grupos foram avaliados antes e após um protocolo de eletroestimulação. Para medida de comparação dos grupos antes e depois do tratamento, foram avaliados, a performance isocinética, a intensidade de ativação muscular (Root Mean Square – RMS) e o início da ativação (onset) do VMO comparado ao vasto lateral (VL). Para análise estatística foi utilizado o programa SPSS 15.0, com um nível de significância de 5%. Resultados: Nossos dados mostraram um aumento na intensidade de ativação (RMS) do músculo VMO após a EENM, em ambos os grupos de estudo. Durante a contração concêntrica o RMS do VMO antes da EENM foi 105,69 ± 32,26 e 122,10 ± 39,62 (p=0,048). No grupo com SDFP, encontramos um comportamento semelhante, com RMS do VMO antes da EENM de 96,25 ± 18,83 e 139,80 ± 65,88 depois da intervenção (p=0,000). Entretanto, não evidenciamos alteração no valor RMS do músculo VL, em nenhum dos grupos avaliados. Nossos resultados também apontaram um efeito antecipatório do VMO em relação ao VL após a EENM. O onset antes da intervenção foi -0,029 ± 0,14 e -0,007 ± 0,14 para os grupos controle e com SDFP, respectivamente. Após a EENM os valores do onset foram 0,061 ± 0,07 e 0,074 ± 0,09 nos grupos controle e com SDFP (p=0,003 e p=0,016, respectivamente).Conclusão: Observamos um aumento no recrutamento de unidades motoras do VMO após a eletroestimulação, além também de um efeito antecipatório deste músculo. Na análise isocinética, observamos um aumento na potência durante a contração concêntrica em ambos os grupos de estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149610 - JAMILSON SIMOES BRASILEIRO
Externo à Instituição - HELEODÓRIO HONORATO DOS SANTOS - UFPB
Externo à Instituição - RINALDO ROBERTO DE JESUS GUIRRO - USP
Notícia cadastrada em: 23/11/2010 11:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao