Banca de QUALIFICAÇÃO: IVY MARQUES AMARO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: IVY MARQUES AMARO

DATA: 30/09/2010

HORA: 14:00

LOCAL: PPGFIS

TÍTULO:

EFEITOS DO ALONGAMENTO E DO AQUECIMENTO NO DESEMPENHO ISOCINÉTICO E NA ATIVIDADE ELETROMIOGRÁFICA DOS MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS


PALAVRAS-CHAVES:

alongamento; aquecimento; isocinético; eletromiografia


PÁGINAS: 61

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

RESUMO:

Introdução: O alongamento e o aquecimento são práticas comumente utilizadas antes de qualquer atividade esportiva, seja ela competitiva ou recreacional, com o intuito de prevenir lesões do sistema osteomioarticular. No entanto, com exceção de um aumento da amplitude de movimento, estudos recentes não têm encontrado evidências substanciais que sustentem o uso do alongamento e do aquecimento para prevenção de lesões. Objetivo: Desta forma, este estudo visa avaliar os efeitos dessas duas técnicas, isoladas ou associadas, no desempenho muscular e na atividade eletromiográfica dos músculos isquiotibiais. Materiais e métodos: 64 voluntários de ambos os sexos serão aleatoriamente distribuídos em 4 grupos: controle, aquecimento, alongamento e aquecimento + alongamento. Todos serão submetidos a uma avaliação inicial no membro inferior não dominante, na qual será observado o tempo de latência muscular e a amplitude de ativação por meio de um eletromiógrafo e o torque de resistência, pico de torque, potência, tempo do pico de torque, pico de torque médio por meio de um dinamômetro isocinético. Na seqüencia, serão realizados os protocolos de intervenção nos grupos: controle (repouso por 15 minutos), aquecimento (bicicleta estacionária por 10 minutos), alongamento (4 séries de 30 segundos de alongamento dos músculos isquiotibiais) e aquecimento + alongamento (primeiro o protocolo de aquecimento, seguido do alongamento). Após as respectivas intervenções, os voluntários serão submetidos à avaliação final. Será realizada uma comparação intra e intergrupos por meio do pacote estatístico SPSS, versão 17.0 com nível de significância de 5%. Resultados esperados: Espera-se que os resultados obtidos contribuam de maneira esclarecedora acerca dos reais benefícios dessas técnicas no desempenho muscular e que os resultados sejam utilizados como embasamento não só por fisioterapeutas, mas também por outros profissionais da área da saúde, que poderão avaliar melhor a necessidade de utilizá-las, ou até mesmo para melhor aplicabilidade, prescrição e rendimento dessas técnicas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1460020 - ALVARO CAMPOS CAVALCANTI MACIEL
Presidente - 1149610 - JAMILSON SIMOES BRASILEIRO
Externo ao Programa - 2566849 - WOUBER HERICKSON DE BRITO VIEIRA
Notícia cadastrada em: 27/09/2010 15:55
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao