Banca de QUALIFICAÇÃO: TATIANA SOUZA RIBEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: TATIANA SOUZA RIBEIRO

DATA: 21/09/2010

HORA: 14:00

LOCAL: PPGFIS

TÍTULO:

EFEITOS DO TREINO EM ESTEIRA COM SUPORTE PARCIAL DE PESO E DO MÉTODO DE FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA NA MARCHA HEMIPARÉTICA


PALAVRAS-CHAVES:

Acidente Vascular Cerebral, Reabilitação, Marcha


PÁGINAS: 50

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

RESUMO:

Alterações na marcha são freqüentes após Acidente Vascular Encefálico (AVE), sendo empregados na reabilitação desde métodos tradicionais - como a Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (FNP) - até modernas técnicas, como o sistema de Esteira com Suporte Parcial de Peso (ESPP). Nesse contexto, o estudo objetiva analisar e comparar os efeitos dessas abordagens na marcha de indivíduos com hemiparesia por seqüela de AVE, no intuito de identificar as práticas que otimizem a deambulação de tais indivíduos. Para isto, realizou-se um estudo quase experimental, onde participaram 23 sujeitos (13 homens e 10 mulheres), com média de idade de 56,7 ± 8,0 anos e tempo médio de lesão de 27,7 ± 20,3 meses, capazes de deambular com alguma assistência pessoal ou com uso de dispositivos auxiliares. Todos foram avaliados através de protocolos clínicos e pela cinemetria, antes das intervenções. Os participantes foram divididos em dois grupos, FNP (n=11) e ESPP (n=12), com o grupo ESPP submetido ao treino com o sistema de esteira com suporte parcial de peso (Gait Trainer System 2 - Biodex, USA), e o grupo FNP, ao treino de marcha baseado no método de Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva. Os treinamentos foram realizados em três sessões semanais, durante quatro semanas consecutivas. Após as intervenções, os participantes foram reavaliados com procedimento idêntico ao da avaliação.Para análise estatística foi utilizado o programa SPSS 17.0 (Statistical Package for the Social Science), atribuindo-se o nível de significância de 5%. Foi feita a análise descritiva dos dados demográficos e clínicos, e para as demais variáveis será aplicada a análise estatística de significância. Após a verificação da normalidade dos dados com o teste de Kolmogorov-Smirnov, será aplicado o teste t`Student para amostras dependentes (para comparar as variáveis obtidas pré e pós-intervenção), e o teste “t” para amostras independentes (para verificar se há diferenças nas variáveis entre os grupos). Caso os dados não apresentem distribuição normal, serão usados os testes não-paramétricos correspondentes (Wilcoxon e Mann-Whitney).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2179208 - ANA RAQUEL RODRIGUES LINDQUIST
Externo ao Programa - 2682777 - ROBERTA DE OLIVEIRA
Interno - 350635 - TANIA FERNANDES CAMPOS
Notícia cadastrada em: 13/09/2010 15:42
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao