PPGFST PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Telefone/Ramal: (84) 3342-2002 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgfst

Banca de QUALIFICAÇÃO: ISABELLE ANANDA OLIVEIRA REGO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ISABELLE ANANDA OLIVEIRA REGO
DATA : 21/10/2022
HORA: 14:00
LOCAL: REMOTO
TÍTULO:

ANÁLISE DO MOVIMENTO FUNCIONAL EM PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL


PALAVRAS-CHAVES:

Acidente Vascular Cerebral, reabilitação, atividade motora


PÁGINAS: 50
RESUMO:

Introdução: O Acidente Vascular Cerebral (AVC) acarreta diversas alterações motoras que precisam ser avaliadas. O objetivo do estudo foi realizar uma análise do movimento funcional do ombro e cotovelo na atividade de beber água, de acordo com o lado do hemicorpo afetado de pacientes com AVC.Material e Métodos:  Participaram 12 pacientes com AVC, 6 com hemiparesia direita (HD) e 6 com hemiparesia esquerda (HE) e 12 indivíduos saudáveis, 6 que fizeram a atividade funcional com a mão direita (SD) e 6 com a mão esquerda (SE). Foi realizada a análise cinemática da atividade de beber água pelo Qualisys System, que incluía alcançar e pegar o copo, levar até a boca, retornar à mesa e voltar a mão à posição inicial. Foram calculados os ângulos do ombro e cotovelo ao longo dos frames (frações de tempo). Para análise dos dados foi utilizado o teste t`Student e o teste de correlação de Pearson. Resultados: Verificou-se diferença significativa entre HD e HE nos ângulos do ombro nos frames de 9 a 14 (p<0,05), correspondente a fase inicial de alcançar o copo, e no frame 91, no final de retornar o copo à mesa (p=0,039), com o grupo HE apresentando menor angulação, mas não houve diferença entre os grupos nos ângulos do cotovelo (p>0,05) e nos ângulos do ombro entre SD e SE (p>0,05). Foi verificada diferença significativa nos ângulos do cotovelo entre SD e SE nos frames 22 a 31 (p<0,05), com o grupo SD apresentando maior angulação na fase de alcance do copo. Na análise de correlação observou-se padrões de correlação diferentes entre os ângulos do ombro e cotovelo dos pacientes HD e HE.Discussão: Os resultados apontaram alterações na amplitude de movimento do ombro e cotovelo de forma diferenciada entre os pacientes com hemiparesia direita e esquerda, o que demonstra comprometimento do controle motor e da coordenação motora durante as fases da tarefa de beber água e a necessidade de um planejamento da reabilitação do movimento funcional. Conclusões: A análise do movimento funcional do membro superior deve levar em conta as alterações motoras de acordo com o lado do hemicorpo afetado, sugerindo o uso da prática orientada à tarefa em pacientes após o AVC.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1032531 - ALINE BRAGA GALVAO SILVEIRA FERNANDES - nullExterna à Instituição - LARISSA COUTINHO DE LUCENA - FACENE
Presidente - 350635 - TANIA FERNANDES CAMPOS
Notícia cadastrada em: 10/10/2022 14:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao