Banca de DEFESA: DAYENNE JENEFFER SOUZA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DAYENNE JENEFFER SOUZA DA SILVA
DATA : 28/02/2022
HORA: 08:30
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

DETERMINANTES DOS VALORES INADEQUADOS DA HEMOGLOBINA A GLICADA NA SAÚDE DE IDOSOS COM DIABETES MELLITUS TIPO 2



PALAVRAS-CHAVES:

Idoso, Diabetes Mellitus, Hemoglobina A Glicada, Diagnóstico, Avaliação em Saúde.



PÁGINAS: 50
RESUMO:

O Diabetes Mellitus (DM) é considerado uma doença metabólica crônica caracterizada por níveis elevados de glicose no sangue, que a longo prazo pode levar a sérios danos aos órgãos e sistemas. OBJETIVO: Identificar os determinantes dos valores inadequados da hemoglobina A glicada (HG) em pessoas idosas com DM tipo 2. MÉTODO: Trata-se de um estudo observacional analítico de caráter transversal, cuja amostra (n=107) foi selecionada por conveniência e constituída por idosos com 60 anos ou mais, com diagnóstico de DM tipo 2, segundo os critérios da American Diabetes Association (ADA), realizado entre o período de agosto de 2017 a dezembro de 2018, por meio de entrevista estruturada e aplicação de testes e escalas multidimensionais de rastreio para investigação dos preditores da HG. Foram aplicados os testes de Mann-Whitney, de Kruskal-Wallis seguido do teste de Dunn e o Coeficiente de Correlação de Spearman (ρ), p<0,05. A seguir, foi realizada análise de regressão stepwise. RESULTADOS: A amostra apresentou a maioria feminina (67,3%), com média etária de 67,3 ±4,9 anos. Metade (49,5%) apresentaram nível alterado da HG (8,1% ou mais). Para o estudo multivariado dos preditores da HG, foram selecionadas as variáveis com valor de p<0,10: sexo, número de medicações, escala visual analógica (EVA) de dor em membros inferiores (MMII), Geriatric Depression Scale-15, Timed Up and Go Test (TUGT) motora, TUGT dupla tarefa, MiniBesTest, WHODAS, tempo de diagnóstico, glicemia de jejum, percepção subjetiva da visão, força de prensão palmar, uso de insulina, dor em membros inferiores, hipotensão ortostática e ocorrência de quedas. Maiores valores da EVA de dor em MMII (β=0,123; IC 95% 0,011; 0,021; p=0,031), presença de hipotensão ortostática (β= 1,061; IC 95% 0,092; 2,030; p=0,032) e em uso de insulina (β= 0,959; IC 95% 0,088; 1,830; p=0,031) aumentam os valores da HG. CONCLUSÃO: Em conclusão, ressalta-se a importância de identificar os determinantes que elevam os níveis de HG considerando a influência dos determinantes na saúde que podem ser modificáveis ao longo do curso da vida, a fim de incentivar a adesão ao autocuidado e evitar severidade dos danos à saúde que podem afetar consideravelmente a qualidade de vida do idoso com DM2.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - FLÁVIA DONÁ SIMONE - UNIB
Presidente - 2090691 - JULIANA MARIA GAZZOLA
Interna - 5566309 - VANESSA REGIANE RESQUETI FREGONEZI
Notícia cadastrada em: 17/02/2022 16:15
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao