Banca de DEFESA: BARTOLOMEU FAGUNDES DE LIMA FILHO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BARTOLOMEU FAGUNDES DE LIMA FILHO
DATA : 21/02/2022
HORA: 08:30
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:
EFEITOS DOS EXERGAMES NO EQUILÍBRIO CORPORAL DE IDOSOS DIABÉTICOS: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO

PALAVRAS-CHAVES:

Exergame; Diabetes Mellitus tipo 2; Treino de Equilíbrio


PÁGINAS: 155
RESUMO:

Introdução: A presença de Diabetes Mellitus tipo 2 se relaciona diretamente com déficit funcional, baixo desempenho físico e até risco de quedas em idosos. Uma das complicações mais importantes para esse público é o desequilíbrio corporal. O exercício físico é um dos tratamentos mais indicados. Dentre as técnicas mais utilizadas, o treinamento baseado no fortalecimento, alongamento, flexibilidade e relaxamento induz melhora no equilíbrio postural do idoso diabético. Outra estratégia é a utilização de exergames, utilizados para recuperação funcional do equilíbrio postural. Objetivo: investigar a influência de um protocolo de exergames no equilíbrio corporal de idosos com Diabetes Mellitus tipo 2. Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico randomizado com registro RBR-67y6cz no REBEC. Foram incluídos indivíduos com idade entre 65 e 79 anos, diabéticos, com queixa de desequilíbrio, risco de queda, sem déficit cognitivo e com neuropatia periférica leve ou moderada. As sessões tiveram duração de 40 minutos, 2 vezes por semana, durante 12 semanas. Para ambos os grupos, em todas as seções, foi realizado inicialmente um protocolo de fortalecimento de membros inferiores (10 min). Os indivíduos do grupo controle (GC) realizaram um protocolo de cinesioterapia (40min) com foco no equilíbrio; os do grupo experimental (GE) utilizaram jogos (40min) que simulam o protocolo do GC (free run, soccer heading, pinguim slide, island cycling, tilt table, free steps e balance bubble). Eles foram avaliados antes e após o tratamento e no período de seguimento de 3 meses. Foram avaliados dados funcionais de equilíbrio (MiniBesTest), desempenho funcional (Short Physical Performance Battery), capacidade funcional (Brazilian OARS Multidimensional Functional Assessment Questionaire), força de preensão palmar por dinamômetro manual e confiança no equilíbrio (ABC scale). Foi utilizada uma ANOVA mista 2x3 para comparar os desfechos entre os dois grupos e nos três momentos de avaliação. Resultados: ao total, 34 indivíduos compuseram o estudo, randomizados em 17 no GC e 17 no GE. Para o grupo controle, houve diferença estatística entre T1 e T2 para o SPPB (p=0,001), FPP (p=0,003) e BOMFAQ (p=0,035); entre T1 e T3 apenas para o SPPB (p=0,02) e FPP (p=0,01). Já para o grupo experimental, houve diferença estatística nos 3 tempos para o MBT (p<0,001; p=0,04; p=0,05), entre T1 e T2 para o SPPB (p<0,001) e ABC scale (p=0,04); e entre T2 e T3 para o SPPB (p=0,02). Conclusão: o protocolo de exergames foi eficaz para promover melhora no equilíbrio corporal de idosos diabéticos, porém, o protocolo em questão não foi eficaz para promover melhoria de força de preensão palmar e independência para atividades de vida diária nesse público.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1032531 - ALINE BRAGA GALVAO SILVEIRA FERNANDES
Presidente - 2374822 - FABRICIA AZEVEDO DA COSTA CAVALCANTI
Externa à Instituição - HELOISA MARIA JACOME DE SOUSA BRITTO - ISD
Externa à Instituição - SILVANA LOANA DE OLIVEIRA SOUZA - UMU
Externa ao Programa - 2374850 - THAIZA TEIXEIRA XAVIER NOBRE
Notícia cadastrada em: 03/02/2022 10:27
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao