Banca de DEFESA: JORGE LUIZ DANTAS DE MEDEIROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JORGE LUIZ DANTAS DE MEDEIROS
DATA : 30/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

Aumento da resposta cardiovascular ao teste de caminhada de 6 minutos e sua associação com o índice tornozelo-braço na lipodistrofia generalizada congênita


PALAVRAS-CHAVES:

Lipodistrofia, Metabolismo, Resposta cardiovascular, Índice tornozelo-braquial, Teste de caminhada de seis minutos.

 


PÁGINAS: 38
RESUMO:

Introdução: A Lipodistrofia Congênita Generalizada (LGC) é uma doença rara caracterizada por desfechos metabólicos como hipertrigliceridemia, hiperinsulinemia, hipoleptinemia, hipoadiponectinemia e diabetes mellitus. Distúrbios cardiovasculares e respiratórios foram observados anteriormente. Por outro lado, não existem estudos sobre a ocorrência de doença arterial periférica (DAP) e a resposta cardiovascular ao exercício funcional submáximo. Este estudo avaliou a ocorrência de Doença Arterial Periférica e a resposta cardiovascular ao exercício submáximo em indivíduos com LGC. Metodologia: Foram incluídos 12 indivíduos com LGC e 12 indivíduos saudáveis pareados por idade e sexo. A DAP e a capacidade de exercício foram mensuradas por meio do índice tornozelo-braço (ITB) e do teste de caminhada de seis minutos (TC6), respectivamente. Foram obtidos os diagnósticos genéticos, dados sociodemográficos e antropométricos. Correlações entre parâmetros metabólicos, ITB e TC6 também foram realizadas. Resultados: Verificamos que a maioria dos indivíduos com LGC apresentou valor de ITB normal (1,0 ≤ ITB ≤ 1,4). Apenas 25% (n = 3) apresentaram ITB 0,9. No início do estudo, os indivíduos com LGC apresentaram redução da distância percorrida prevista (DTC6) (p = 0,009) e aumento da frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) após o TC6 em comparação com indivíduos saudáveis (p <0,05). Os indivíduos com LGC não apresentaram alterações no ITB e na pressão arterial 12 meses após a reposição da metreleptina (MLP), mas caminharam uma DTC6 maior em comparação com o valor basal (p = 0,04). Além disso, as medidas de DTC6 e ITB direito foram positivamente correlacionadas em indivíduos com LGC (p = 0,03). O ITB direito se correlacionou negativamente com glicose, triglicerídeos e VLDL-c (p <0,05). Conclusão: Nossos dados sugerem que indivíduos com LGC tinham menor capacidade funcional e precisavam de maior esforço cardíaco para desempenho semelhante no TC6. Também houve associação entre ITB e DTC6 em indivíduos com LGC


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545315 - GUILHERME AUGUSTO DE FREITAS FREGONEZI
Externa à Instituição - JESSICA DANIELLE MEDEIROS DA FONSECA - SMS
Externa ao Programa - 1837354 - JULLIANE TAMARA ARAUJO DE MELO CAMPOS
Notícia cadastrada em: 14/07/2021 16:02
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao