Banca de QUALIFICAÇÃO: GENTIL GOMES DA FONSECA FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GENTIL GOMES DA FONSECA FILHO
DATA : 16/12/2019
HORA: 09:00
LOCAL: sala 8
TÍTULO:

 

AMAR – APLICATIVO DE MONITORAMENTO, ACOMPANHAMENTO E RASTREIO PARA CRIANÇAS EM RISCO DE DESENVOLVIMENTO DA PARALISIA CEREBRAL E TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA


PALAVRAS-CHAVES:

Desenvolvimento Infantil, Transtornos do Neurodesenvolvimento, Sistemas de Identificação de Paciente


PÁGINAS: 33
RESUMO:

Introdução: Apesar dos avanços científicos e do aumento de investimento na assistência materno-infantil, o diagnóstico precoce de transtornos no desenvolvimento no Brasil ainda não é comum e, em regiões desfavoráveis sociais e economicamente, este processo ainda é mais difícil. No Rio Grande do Norte, por exemplo, o acesso aos exames de ressonância magnética, utilizados no diagnóstico da Paralisia Cerebral (PC), ou avaliações multiprofissionais, para o diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA), são extremamente restritos. Objetivo: Desenvolver e implementar um sistema de vigilância na atenção básica para identificar, precocemente, crianças com risco para o desenvolvimento da PC e TEA. Metodologia: Este estudo ocorrerá em Macaíba, em três unidades que fazem acompanhamento de crianças. Será dividido em três fases: A primeira fase - Desenvolvimento do Software/aplicativo: será desenvolvido o software e a criação do conteúdo para o aplicativo. O software terá duas versões, uma para as famílias e outra para os profissionais e em ambas, haverá o acompanhamento da criança. Nesta fase, será realizada uma revisão sistemática sobre os instrumentos padronizados para avaliação do desenvolvimento infantil (DI) no Brasil, seguindo as recomendações do COSMIN e em seguida será construído o instrumento que rastreará os marcos do DI, baseado na revisão. A segunda fase - Validação do Software/aplicativo: será o processo de validação de conteúdo e concorrente e confiabilidade do software e seu conteúdo. Na terceira fase - Implementação do Aplicativo: será feito o processo de validação preditora juntamente com o processo de implementação, onde as famílias e profissionais passarão a utilizar o software/aplicativo. Nesta etapa, serão avaliados o conhecimento dos profissionais e família sobre o DI e caso a criança apresente algum fator de risco para TEA ou PC, será encaminhada para a equipe do Centro Especializado em Reabilitação em Macaíba, para diagnóstico por uma equipe multiprofissional. Resultados esperados: Esta ferramenta será capaz de monitorar e armazenar dados sobre as condições maternas, nascimento e desenvolvimento da criança envolvendo avaliação indireta dos pais, capturando dados prospectivamente com a possibilidade futura de algoritmos gerarem trajetórias de crescimento e fornecer um rastreamento de informação, subsidiando o desenvolvimento de estratégias que aprimorem o cuidado integrado em saúde. Espera-se com os resultados deste projeto criar uma rede de vigilância na atenção básica para rastrear, precocemente, crianças em risco para PC e TEA


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2179208 - ANA RAQUEL RODRIGUES LINDQUIST
Externo à Instituição - DENISE KEIKO SHIKAKO THOMAS - MCGILL
Externo à Instituição - ION GARCIA MASCARENHAS DE ANDRADE
Notícia cadastrada em: 03/12/2019 15:51
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao