Banca de QUALIFICAÇÃO: KARINNA SONÁLYA AIRES DA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARINNA SONÁLYA AIRES DA COSTA
DATA : 13/12/2019
HORA: 09:00
LOCAL: sala 8
TÍTULO:

TREINAMENTO DO CONTROLE MOTOR EM INDIVÍDUOS COM SÍNDROME DA DOR SUBACROMIAL: ESTUDO RANDOMIZADO E CEGO


PALAVRAS-CHAVES:

Eletromiografia. Dor no ombro. Biomecânica.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

Introdução: a síndrome da dor subacromial é conhecida como uma compressão dos tecidos localizados abaixo do acrômio, principalmente pelo estreitamento neste espaço. Sua etiologia é ampla, entretanto, os desequilíbrios musculares e o tempo de ativação correta desses músculos podem influenciar no prognóstico funcional desses pacientes. Objetivo: avaliar as repercussões de um protocolo de controle motor em pacientes com síndrome da dor subacromial sem indicação de reparo cirúrgico. Métodos: trata-se de um ensaio randomizado e cego, será composto por voluntários de ambos os gêneros, com idade entre 35 à 60 anos. Todos os voluntários serão submetidos a avaliação pré (Av1): dor e função, amplitude de movimento do ombro, força muscular, atividade eletromiográfica e cinemática do complexo do ombro. Após a avaliação inicial, os voluntários serão aleatoriamente divididos em dois grupos para a realização da intervenção: grupo exercícios (GE – exercícios de fortalecimento com faixa elástica) e grupo controle motor (GCM – treino de controle motor). O protocolo de intervenção terá duração de oito semanas. Após quatro semanas, será realizado a segunda avaliação (AV2), idêntica a AV1 e será acrescentado o questionário de percepção de mudança global. Ao final do protocolo de intervenção será realizada a terceira avaliação (AV3), idêntica a AV2. Um follow-up será realizado após 4 semanas do final do protocolo de intervenção, sendo a avaliação igual a AV3. Análise Estatística: será realizada por meio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 20.0 para Windows, seguindo os princípios da análise por intenção por tratar. Na análise descritiva será utilizada a média como medida de tendência central e o desvio padrão como medida de dispersão. Uma ANOVA de modelo misto será realizada para as comparações intra e intergrupos


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1081828 - CATARINA DE OLIVEIRA SOUSA
Presidente - 1149610 - JAMILSON SIMOES BRASILEIRO
Externo ao Programa - 2218684 - MARCELO CARDOSO DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 03/12/2019 15:24
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao