Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA CLARA EUGENIA DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA CLARA EUGENIA DE OLIVEIRA
DATA : 03/10/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Parecer
TÍTULO:

AVALIAÇÃO TERMOGRÁFICA E INTERVENÇÃO NA LACTAÇÃO DE MULHERES NO PÓS-PARTO IMEDIATO.


PALAVRAS-CHAVES:

Amamentação, Puerpério, Termografia


PÁGINAS: 40
RESUMO:

Introdução: Sabendo que a amamentação é um processo essencial e as suas vantagens são inúmeras e já reconhecidas, é necessário que o profissional de saúde disponha de instrumentos que avaliem este processo e saibam detectar quando algo não é o esperado. Além da observação da mamada, entender a fisiologia da mama pode vim a contribuir na assistência à mulher nessa fase. É conhecido que a mama sofre alterações de temperatura decorrentes de inúmeros fatores, e a Termografia Infravermelha é um recurso que pode captar esta temperatura da pele. A necessidade de aprofundar os conhecimentos sobre a relação entre amamentação e lactação ainda é vigente atualmente. Valores de referência termográfica das mamas no puerpério imediato precisam ser traçados, a fim de facilitar estudos futuros que possam conduzir de maneira mais eficiente a amamentação bem como investigar a efetividade de intervenções que facilitem a amamentação também é de suma importância. Objetivo: Estudo 1) Traçar perfil sociodemográfico, clínico e de termografia de mamas das puérperas da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC); Estudo 2) Comparar 2 programas de intervenção na lactação de mulheres no puerpério imediato através da massagem e compressa morna nas mamas. Metodologia: Estudo 1) Trata-se de um projeto de característica transversal; Estudo 2)Trata-se de um ensaio clínico randomizado. Escola Januário Cicco (MEJC). Inicialmente foi realizado o estudo transversal e posteriormente o ensaio clínico. O cálculo amostral para o ensaio clínico será de acordo com estudo piloto prévio de 50 mulheres. Foram incluídas puérperas com idade entre 18 e 40 anos,sem qualquer impossibilidade de exercer a amamentação, e que aceitaram participar da pesquisa mediante assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido - TCLE. Para o ensaio clínico, as voluntárias foram divididas em três grupos: Grupo 1 (G1), intervenção através de massagem manual das mamas e orientação sobre amamentação; Grupo 2 (G2), intervenção com compressa quente e orientação sobre amamentação; e Grupo 3 (G3), grupo controle, sendo orientado sobre amamentação. Todas as voluntárias foram avaliadas por uma ficha contendo informações do pré, peri e pós-parto. Também foi utilizado um Formulário de Avaliação da mamada e questionário sobre qualidade de vida. Quanto as intervenções, foram feitas por cerca de 20 minutos no total, em ambiente com controle de luminosidade, temperatura e umidade. Resultados Esperados:Espera-se traçar um perfil clínico e termográfico das mamas das mulheres que são assistidas nas enfermarias da Maternidade-Escola Januário Cicco, além de eleger a abordagem mais apropriada para estímulo à lactação no puerpério imediato.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2212151 - ELIZABEL DE SOUZA RAMALHO VIANA
Externo ao Programa - 243.721.104-72 - JOSÉ JAMACY DE ALMEIDA FERREIRA - UFPB
Presidente - 2786809 - MARIA THEREZA ALBUQUERQUE BARBOSA CABRAL MICUSSI
Notícia cadastrada em: 23/09/2019 16:40
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao