Banca de DEFESA: RAQUEL EMANUELE DE FRANCA MENDES ALVES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAQUEL EMANUELE DE FRANCA MENDES ALVES
DATA : 26/07/2018
HORA: 14:30
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

PEDSQLTM ASTHMA MODULE – SHORT FORM 22: tradução, adaptação transcultural e avaliação de indicadores psicométricos da versão brasileira.



PALAVRAS-CHAVES:

Adolescente, Asma, Criança, Estudos de Validação, Psicometria, Qualidade de vida.


PÁGINAS: 153
RESUMO:

Objetivo: Traduzir, adaptar transculturalmente e avaliar os indicadores psicométricos da versão brasileira do PedsQLTM Asthma Module – Short Form 22. Materiais e métodos: Estudo metodológico exploratório realizado em duas etapas: validação linguística (tradução, tradução reversa, revisão pelo comitê multiprofissional de especialistas e pré-teste) e avaliação dos indicadores psicométricos do instrumento (confiabilidade, reprodutibilidade, validade de conteúdo, de validade de construto e validade concorrente). Foram avaliados: condição socioeconômica (ABEP); do controle clínico (Childhood Asthma Control Test (c-ACT) e Asthma Control Test (ACT)); qualidade de vida (Pediatric Asthma Quality of Life Questionnaire (PAQLQ)) e espirometria. A viabilidade, confiabilidade e reprodutibilidade das medidas obtidas com a versão brasileira do instrumento foram avaliadas através do efeito piso e teto, coeficiente Alfa de Cronbach e teste-reteste (subgrupos “com mudança” e“ sem mudança”), respectivamente. A validade de construto foi avaliada pela análise fatorial exploratória (AFE) e a validade concorrente pela correlação entre a versão brasileira do PedsQLTM Asthma Module SF 22 e o PedsQLTM Asthma Module, PAQLQ, c-ACT/ACT e VEF1 e VEF1/CVF. Resultados: A primeira etapa incluiu 57 participantes (26 pacientes com idade entre 5 e 18 anos e 31 pais/responsáveis). Na segunda etapa participaram 234 indivíduos, dos quais 117 eram pacientes entre 2 a 18 anos e 117 pais/responsáveis. Todos os itens do questionário se apresentaram claros e compressíveis (concordância variando entre 0,78 e 1,00). No pré-teste (n=57), nenhum participante apresentou dificuldade de compreensão (concordância acima de 0,90). A versão brasileira do instrumento apresentou consistência interna de 0,83 e 0.77 para a versão das crianças/adolescentes e pais/responsáveis, respectivamente. O teste-reteste indicou correlações moderadas/fortes entre as medidas, nos grupos com e sem mudança. A estrutura interna da versão brasileira do PedsQLTM Asthma Module SF 22 foi avaliada por meio da análise fatorial exploratória (AFE). A partir de índices de ajustamento aceitáveis, a AFE foi realizada. Foram pré-determinados 03 fatores seguidos de rotação ortogonal (varimax) para cada domínio (sintomas da asma e problemas de tratamento) nas versões crianças/adolescentes e pais/responsáveis às quais explicaram variância total acumulada adequadas.

Os principais indicadores de QVRS de crianças e adolescentes com asma foram os relacionados à falta de ar, função emocional e dificuldades de adesão ao tratamento. Conclusão: O questionário PedsQLTM Asthma Module SF22 encontra-se traduzido e transculturalmente adaptado para a população brasileira. Além disso, a versão brasileira demonstrou ser capaz de fornecer medidas válidas e confiáveis na avaliação da QVRS de crianças e adolescentes com asma


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2291421 - KARLA MORGANNA PEREIRA PINTO DE MENDONCA
Interno - 350637 - RICARDO OLIVEIRA GUERRA
Externo ao Programa - 1323908 - JOAO CARLOS ALCHIERI
Externo à Instituição - BRENDA NAZARÉ GOMES ANDRIOLO - UEPA
Externo à Instituição - HELOISA KARMELINA CARVALHO DE SOUSA - FATERN
Notícia cadastrada em: 26/07/2018 07:55
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao