Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA FERNANDES DE SOUZA BARBOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIANA FERNANDES DE SOUZA BARBOSA
DATA : 01/12/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Departamento de Fisioterapia (Parecer)
TÍTULO:

Fraqueza clinicamente relevante em diversas populações de idosos do Estudo IMIAS


PALAVRAS-CHAVES:

Força Muscular, Mobilidade, IDOSO, Sarcopenia, Envelhecimento.


PÁGINAS: 15
RESUMO:

Os objetivos deste estudo foram comparar os pontos de corte por fraqueza muscular propostos pelo Projeto FNIH com pontos cortados estimados com nossos próprios dados; para avaliar a prevalência de fraqueza clinicamente relevante na força do punho (FCR) de acordo com os critérios publicados em diferentes populações de adultos mais velhos; para estimar a capacidade da fraqueza FCR para identificar a lentidão. Esta é uma análise transversal do Estudo Internacional  de Mobilidade no Envelhecimento (IMIAS) envolvendo 1935 adultos idosos de comunitários, entre 65 e 74 anos, que completaram a FCR e a avaliação de velocidade de marcha. Utilizamos dados de linha de base de Tirana (Albânia), Natal (Brasil), Manizales (Colômbia), Kingston (Ontário, Canadá) e Saint-Hyacinthe (Quebec, Canadá). A fraqueza foi definida de acordo com os pontos de corte FCR específicos do sexo associados à lentidão proposta pelo Projeto FNIH Sarcopenia. A lentidão foi definida como velocidade de marcha <0,8 m / s. Os pontos de corte de IMIAS para fraqueza clínica tiveram um bom acordo com os propostos pela FNIH. A prevalência de fraqueza em todos os locais de pesquisa variou de 1,1% (Saint-Hyacinthe) a 19,2% (Manizales) entre os homens. As mulheres de Manizales (13,5%) e Natal (19,3%) apresentaram maior prevalência de fraqueza do que as suas homólogas. Os pontos de corte da FNIH tiveram uma forte associação com a lentidão, para ambos os sexos. A população IMIAS gerou pontos de corte próximos dos propostos pela FNIH. Houve grande variabilidade na prevalência de fraqueza em nossos sites de pesquisa. A FCR por pontos por fraqueza proposta pela FNIH revelou bom desempenho nas populações da IMIAS, fornecendo uma ferramenta útil para rastrear idosos em risco de problemas funcionais.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALINE DO NASCIMENTO FALCAO FREIRE MONTE - Estácio
Interno - 1460020 - ALVARO CAMPOS CAVALCANTI MACIEL
Presidente - 350637 - RICARDO OLIVEIRA GUERRA
Notícia cadastrada em: 30/11/2017 12:13
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao