Banca de QUALIFICAÇÃO: IDALIANA FAGUNDES DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IDALIANA FAGUNDES DE SOUZA
DATA : 29/08/2017
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Fisioterapia
TÍTULO:

COMPORTAMENTO DA ATIVAÇÃO CORTICAL EM IDOSOS DURANTE O DESEMPENHO DA DUPLA TAREFA


PALAVRAS-CHAVES:

Eletroencefalograma, Dupla Tarefa, Ativação cortical, idosos, Fisioterapia.


PÁGINAS: 52
RESUMO:

Introdução: Nas atividades diárias, os indivíduos precisam realizar tarefas simultâneas, como andar e observar os obstáculos, prevenindo acidentes. No entanto, achados morfológicos em idosos apresentaram redução da substância cinzenta no lobo frontal, região esta, necessária durante a execução de tarefas que exigem a função executiva, primordial na atividade com Dupla Tarefa (DT). O eletroencefalograma (EEG) é utilizado para observação da dinâmica cerebral através da captura do fluxo elétrico. Este fluxo relaciona-se à ativação de determinadas áreas cerebrais responsáveis por funções específicas, onde um maior fluxo significa maior ativação, em uma relação direta. Tendo em mente tal relação, o treino com DT é uma importante ferramenta para ganhos motores e cognitivos em idosos. Contudo, estudos que demonstram os padrões cerebrais evocados no desempenho DT são escassos. Deste modo, é de extrema importância a investigação de como a DT pode influenciar o padrão de ativação cerebral em idosos. Metodologia: Para tal, realizaremos um estudo observacional descritivo do tipo transversal, onde serão investigados sujeitos com idade igual ou superior aos 65 anos. Os sujeitos serão submetidos a uma atividade de DT por meio do Teste de Deambulação Funcional (TDF), fazendo uso do Emotiv EPOC para análise eletroencefalográfica, a fim de observar a ativação cortical no desempenho da DT. Análise Estatística: Os dados serão tabulados e analisados segundo as próprias normas de avaliação do instrumento, sendo em seguida utilizado o pacote de dados SPSS-20 para análise descritiva e o tratamento estatístico específico. A análise descritiva será realizada através dos valores de média, desvio padrão e frequência Após a aplicação do teste de Shapiro-Wilk para análise da normalidade da amostra, os dados seguirão para análise estatística inferencial que, em caso normal, será utilizada a análise de variância multivariada (TWO-WAY ANOVA), em caso de distribuição não normal dos dados, utilizaremos o teste de Kruskal-wallis. Resultados Preliminares: Amostra composta por 3 indivíduos (média de 66,33 anos). Todos os participantes são do sexo feminino e a escolaridade variou em: ensino fundamental incompleto (66,7%) e superior completo (33,3%). A média do tempo de duração do TDF1 foi de 01’2,25” para a TDF2 (média 02’45,79”); não houve erro durante o desempenho da atividade de DT no primeiro teste (TDF1), porém, o TDF2 apresentou uma média de erro de 1,3 erros. Os valores de potência de ativação entre os indivíduos envolvidos no estudo apresentaram uma alta variação e, portanto, exibem um grande desvio padrão A frequência de onda Alfa, Theta e beta apresentou um maior poder de ativação durante a TD2.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2374822 - FABRICIA AZEVEDO DA COSTA CAVALCANTI
Interno - 2090691 - JULIANA MARIA GAZZOLA
Externo ao Programa - 2374850 - THAIZA TEIXEIRA XAVIER NOBRE
Notícia cadastrada em: 22/08/2017 11:34
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao